Home > Sem categoria

Fogo e explosões em Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras

Paulo Nogueira
por
-
22-11-2019 15:01:33
em Sem categoria
explosões em Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras


Explosões e fogo em Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras assusta e gera medo em moradores de Araucária e até de Curitiba

Clarão, fogo e barulho de explosões na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras, causou medo em moradores próximos e também de bairros distantes a Refinaria. O episódio ocorreu na noite de quinta-feira, 21 de novembro e na madrugada de sexta-feira, 22. Petrobras inicia etapa de venda das refinarias RNEST, RLAM, REPAR e REFAP.

A Repar fica localizada na região metropolitana de Curitiba e  geralmente fica com tochas acesas para a queima de resíduos de gás do sistema de produção.

Moradores próximos da refinaria, disseram ouvir um forte barulho, como se fosse uma turbina de avião, e logo depois o clarão no céu. As chamas começaram no fim da tarde de quinta e só cessaram por volta das 4 horas da manhã desta sexta-feira.

Na noite de quinta para sexta, as chamas estavam bem maiores do que o de costume. Há pessoas que presenciaram o clarão em bairros bem distantes, inclusive em Curitiba, como no Água Verde, Umbará e até Campina do Siqueira.

Muitas ligações foram feitas por diversas pessoas ao Corpo de Bombeiros, informando um incêndio na Repar. Porém, não era bem isso.

De acordo com a Repar, o clarão foi gerado por causa do sistema de segurança de escape da queima dos produtos da refinaria, o que é considerado normal.

Na noite de quinta, porém, a chaminé estava passando por uma manutenção e por isso as labaredas mais fortes mas a unidade opera normalmente.

Em setembro, outro caso de chamas na Repar assustou a população. Na época, uma compressor de gás da Repar parou de funcionar e, por isso, mais gás foi liberado para queima nas chaminés como forma de segurança.

No mesmo período correu outro incêndio em outra refinaria da Petrobras a Revap, localizada em São Paulo. O incidente ocorreu no reservatório de tanques que armazenam produtos utilizados na preparação de asfalto e óleo combustível.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.