Fabricantes de carros elétricos enfrentam gargalos em lançamento de veículos e pedem ajuda do governo

Valdemar Medeiros
por
-
12-02-2021 07:36:18
em Logística e Transporte
carros elétricos - governo - veículos Ponto de recarga para carros elétricos

Fabricantes de carros elétricos querem ajuda do governo para lançamento dos veículos no Brasil

A Anfavea decidiu que iria preparar um estudo de caso abordando os principais gargalos da indústria energética do país e possíveis alternativas para que os fabricantes junto ao governo possam driblar e assim obterem sucesso no lançamento dos carros elétricos.

Leia também

Carros elétricos enfrentam gargalos no Brasil

Se comparado aos países com China e Europa onde o acesso e sucesso dos carros elétricos vem sendo pauta de discussão, o mercado brasileiro enfrenta dificuldades, principalmente quando se olha para o fator precificação.

Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) solicitou ajuda ao governo brasileiro com o objetivo de acelerar o uso dos carros elétricos no mercado brasileiro.

“Não podemos mais trabalhar de forma isolada. A indústria privada e pública devem se unir para melhorar os resultados dos carros elétricos. Apenas lançar os carros elétricos não é o suficiente e nem vai resolver o nosso problema. O Brasil possui usinas de energia solar, uma matriz energética limpa e mesmo assim ainda existem gargalos.”, Relata Luiz Carlos Moraes –  presidente da Anfavea.

Mercado caminhando devagar

Em dezembro, a notícia de que o Brasil poderia zerar impostos sobre carros elétricos circulou, porém o tema não avançou na Câmara. O custo de recarga dos automóveis ainda é um dos entraves a serem resolvidos.

Stellantis afirmou recentemente que só fará carros elétricos no Brasil com apoio do governo. Plano da Stellantis envolve focar em veículos a combustão no Brasil e na América Latina enquanto não há incentivos do governo para viabilizar produção.

Vale lembrar que o grupo quer dispor em sua gama 39 modelos híbridos ou elétricos até o fim de 2021. Até 2025, o plano é de fazer uma versão eletrificada para cada novo veículo.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.