Fábrica de pneus no Paraná receberá investimento bilionário para ampliar capacidade de produção. 300 novos empregos podem ser criados

Roberta Souza
por
-
28-07-2021 14:17:20
em Economia, Negócios e Política
Fábrica – Paraná – produção Venda de pneus/ Fonte: Novo Varejo

A fábrica da Sumitomo Rubber, no Paraná, irá receber um novo investimento de R$ 1,06 bilhão. Com isso, mais 300 pessoas deverão ser contratadas

A Sumitomo Rubber, dona da marca de pneus Dunlop, informou ontem, terça-feira (27/07) que vai investir cerca de R$ 1 bilhão para ampliar sua fábrica no estado do Paraná, que terá capacidade duplicada de pneus de carga até 2025, além de aumento da produção em pneus de veículos para carros de passeio. Com isso, mais 300 pessoas deverão se somar ao quadro atual de 1,6 mil empregados da planta localizada em Fazenda Rio Grande, região metropolitana da capital paranaense Curitiba. Veja ainda: Nova fábrica que recebeu investimentos de R$ 152 milhões é inaugurada no Paraná. Empreendimento pode gerar mais de 160 empregos

Ampliação da capacidade de produção da fábrica, no estado do Paraná

Yoshinori Wakitani, presidente da Sumitomo Rubber do Brasil, diz que acreditam muito no potencial do mercado brasileiro e esperam com o novo investimento na fábrica consolidar ainda mais as marcas junto ao consumidor brasileiro, oferecendo produtos que são referência em segurança e tecnologia.

A fábrica localizada em Fazenda Rio Grande, no Paraná, opera no topo de sua capacidade, em três turnos, 24 horas por dia, sete dias por semana, fazendo 18 mil unidades por dia para automóveis, volume que deverá subir para 23 mil/dia com os investimentos até 2024. No caso de pneus de carga, a produção chega hoje a mil/dia e a previsão é mais que dobrar o volume para 2,2 mil/dia até 2025.

Rodrigo Alonso, diretor de vendas e marketing da Dunlop, diz que os investimentos não serão destinados somente ao aumento de produção, também vaão investir em tecnologia, principalmente nos compostos que reduzem resistência ao rolamento para redução de consumo de combustível, pois é algo que também mexe com todos os processos da fábrica.

Grande crescimento e demanda do mercado

Alonso diz que até agora conseguiram manter a produção em ritmo alto apesar dos problemas trazidos pela pandemia. Não existem sobras de insumos no mundo hoje, mas não tiveram falta para produzir. Contudo, ficou mais caro. Como o Brasil não tem produção suficiente e borracha natural, precisamos importar e lidar com alguns atrasos de navios, diz o diretor de vendas da empresa.

Atualmente automóveis brasileiros da Volkswagen, Toyota e Fiat saem de fábrica calçados com pneus Dunlop ou Falken (marca focada em off-road), bem como modelos pesados da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO), Iveco e Marcopolo. Segundo o diretor, as exportações a partir do Brasil têm volumes marginais, poucas unidades de reposição são embarcadas aos vizinhos Argentina, Uruguai e Colômbia. “A prioridade dos nossos investimentos nas fábricas no momento é para atender o mercado brasileiro”, informa Alonso, acrescentando que os processos de ampliação e contratações que envolvem o programa de R$ 1 bilhão devem começar gradualmente já em 2022.

Leia também: Nova fábrica de pneus será construída no estado do Rio Grande do Sul. Local receberá investimentos de R$ 20 milhões e pode gerar mais de 250 empregos

A Prefeitura de Nova Santa Rita, no estado do Rio Grande do Sul entregou recentemente a Licença Ambiental para a empresa Zé Pneus. A companhia está desembarcando na cidade e irá construir uma nova fábrica com investimentos de R$ 20 milhões e com a previsão de gerar mais de 250 empregos no local.

De acordo com o empresário José Alberto Borges, a chegada da fábrica no município do Rio Grande do Sul representa uma nova fase para a empresa. Agora, ela inclui no portifólio, os produtos do agronegócio. “Construímos uma trajetória focada no varejo. Agora, estamos entrando numa área a pesada, a do agronegócio”, comenta.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe