EUA quer liderar o mundo em investimento em energia eólica offshore e gerar empregos; Será que o Brasil vai no mesmo caminho?

Fábio Lucas
por
-
02-04-2021 19:10:57
em Energia Renovável

O governo dos EUA tem um plano ambicioso para a energia eólica offshore no país norte-americano. A geração de empregos na área anima a população do país mais rico do mundo

Na última segunda-feira a Casa Branca trouxe mais detalhes de um plano muito ambicioso para aumentar o número de parques que geram energia eólica offshore na costa leste do país norte-americano. A ideia de Joe Biden é dar impulsionamento a indústria eólica offshore dos EUA. O presidente americano está começando a cumprir uma promessa de campanha que foi trabalhar duro para conter e minimizar as mudanças climáticas. Essa ação certamente gerará milhares de empregos.

O plano de Joe Biden é que a energia eólica offshore gere até o final da década nada menos que 30 megawatts. Com isso, a tendência é que 10 milhões de residências de americanos passem a ser abastecidas somente com energia eólica offshore.

Qual o impacto do plano ambicioso dos EUA no meio ambiente?

Caso a implementação deste plano dos EUA na energia eólica irá possibilitar que o país diminua em 78 toneladas métricas as emissões de dióxido de carbono. Joe Biden irá investir em pesquisas e desenvolvimento de novos projetos na área de energia eólica offshore. Além disso, projetos serão aprovados mais rapidamente, além de facilitar a tomada de empréstimos a juros baixos para a indústria offshore nos EUA. Com isso, a geração de empregos na área está garantida.

CBS NEWS fala sobre os planos de Biden para energia eólica offshore nos EUA

Geração de empregos

Com investimentos em todas áreas para incentivar o desenvolvimento da indústria eólica offshore do país, os EUA também estão preocupados com a geração de empregos na área. Gina McCarthy, assessora nacional do clima nos EUA, falou sobre isso: ”Milhares de empregos sindicais bem remunerados. Isso tem a ver com a criação de ótimos empregos no oceano e em nossas cidades portuárias e em nosso coração”.

Como o Brasil será impactado?

Joe Biden convidou o presidente Bolsonaro no fim do mês passado para participar da COP26, que acontece em novembro, na Escócia. A chamada “Cúpula dos Líderes sobre o Clima certamente será usada para o presidente americano cobrar o governo brasileiro mais investimentos na área de energia eólica.

No Brasil, o investimento em energia eólica tem uma característica diferente. As empresas costumam arrendar terras para a instalação das torres. Caso o governo brasileiro seja convencido a aumentar ainda mais os investimentos na área após a COP26, certamente a geração de empregos e aumento da renda será considerável.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.