Estaleiro Oceana CBO de Itajaí, Santa Catarina, ganhou contrato de construção das Corvetas da Marinha !

Oceana Estaleiro Corvetas Marinha
 

Resultado da Licitação para construção de quatro Corvetas divulgado pela Marinha do Brasil premiou o Estaleiro Oceana de Itajaí, Santa catarina pertencente ao Consórcio Águas Azuis

Marinha do Brasil acaba de anunciar que as quatro Corvetas classe tamandaré (CCT) serão construídas pelo Consórcio Águas Azuis, constituído pelas empresas Atech Negócios em Tecnologias S.A,Embraer S.A e Thyssenkrupp Marine Systems GmbH, contando com as seguintes empresas subcontratadas: Estaleiro Aliança S.A (Oceana/CBO de itajaí, Santa Catarina), Atlas Elektronik e L3 MAPPs. Vejam abaixo o projeto de construção depois continuem com a leitura:




O Consórcio Águas Azuis venceu a licitação que contava também, nesta fase final (Short-list) com outros 3 consórcios: O Damen Saab Tamandaré (estaleiro construtor Wilson Sons-SP), o FLV (Estaleiro construtor Vard Promar-PE) e Villegaignon (estaleiro construtor Enseada-BA).

Os consórcios haviam entregue a proposta final no último dia 8 de março e aguardavam ansiosamente o resultado. O consórcio Águas Azuis alcançou, na fase de seleção, os índices de conteúdo local de 31,6% para o primeiro navio e média de 41% para os outros três navios da série.
O Estaleiro Oceana construirá, segundo proposta apresentada, um navio de propriedade intelectual (NAPIP) da empresa alemã TKMS, baseado nos navios da classe “MEKO A100”.

A previsão é que os contratos entre a Emgepron e a futura SPE “Águas Azuis” sejam assinados até o final do ano,  incluindo o contrato principal e os demais contratos coligados (transferência de tecnologia, apoio logístico integrado e compensação) conforme previsto no RFP (request for proposal).

O Consórcio vencedor das Corvetas

O Consórcio Águas Azuis tem a seguinte formação:

A ThyssenKrupp: Com mais de 8.000 colaboradores, o Brasil é uma das maiores operações da thyssenkrupp fora da Alemanha. A empresa está presente no país desde 1837 e atua em todas as regiões brasileiras, com forte tradição nos setores de mercado de materiais, bens de capital e serviços.
A thyssenkrupp tem no Brasil 10 fábricas, 4 centros de pesquisa e desenvolvimento, 2 centros de serviços e 79 filiais e escritórios de suporte.

A Embraer Defesa e Segurança: É a empresa líder no segmento aeroespacial e de defesa na América Latina. Suas atividades abrangem o desenvolvimento, fabricação, venda e suporte de aeronaves e sistemas, oferecendo assim uma gestão completa do ciclo de vida de seus produtos.
Com suas empresas afiliadas Visiona, ATECH e SAVIS, oferece um portfólio completo de soluções integradas que envolvem também o segmento aeroespacial.

Estaleiro Oceana: Com uma tradição de construção naval de mais de 20 anos, o estaleiro Oceana, que pertence ao grupo CBO, está localizado em Itajaí, Santa Catarina, região com forte vocação para a construção naval. Com aproximadamente 310.000 metros quadrados e mais de 1.000 colaboradores, a Oceana tem capacidade para construir de quatro a seis embarcações por ano, aplicando os mais recentes processos de construção naval e as instalações de tecnologia de última geração.

Nesta quarta-feira, 27, foram entregues as ofertas para aquisição das unidades à operação de venda das quatro sondas da Sete Brasil. Acesse aqui a matéria completa !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships