Início Eneva fecha contrato para fornecimento de gás natural à companhia Suzano e investirá R$ 530 milhões na produção da Bacia do Parnaíba

Eneva fecha contrato para fornecimento de gás natural à companhia Suzano e investirá R$ 530 milhões na produção da Bacia do Parnaíba

27 de maio de 2022 às 12:01
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O investimento milionário voltado para a produção de gás natural na Bacia do Parnaíba será realizado após o contrato de fornecimento do combustível à companhia Suzano no estado do Maranhão, a primeira parceria industrial da Eneva no Brasil
Foto: Studio Livre/Eneva

O investimento milionário voltado para a produção de gás natural na Bacia do Parnaíba será realizado após o contrato de fornecimento do combustível à companhia Suzano no estado do Maranhão, a primeira parceria industrial da Eneva no Brasil

A companhia Eneva anunciou na última quarta-feira, (25/05), um contrato de fornecimento de gás natural liquefeito (GNL) para a unidade da Suzano, no município de Imperatriz, no estado do Maranhão. E, com isso, a empresa realizará um investimento total de R$ 530 milhões para a sua produção do combustível na Bacia do Parnaíba, com novas instalações voltadas para o novo negócio com a companhia Suzano.

Eneva firma seu primeiro contrato industrial de fornecimento de gás natural para abastecimento da companhia Suzano no estado do Maranhão

A Eneva deu mais um passo em busca de seu crescimento no ramo de combustíveis no Brasil e firmou um contrato com a companhia Suzano para o fornecimento de gás natural à sua unidade de Imperatriz, no estado do Maranhão. Dessa forma, a empresa marcou o seu primeiro contrato de fornecimento do combustível com uma companhia industrial desde o início de sua produção no ramo de gás natural no território brasileiro. 

Artigos recomendados

Isso pois a empresa atualmente conta com o abastecimento próprio de projetos de energia e gás como o principal foco da sua produção de gás natural e, com o contrato com a Suzano, expande seus horizontes no mercado brasileiro. Além disso, o acordo de fornecimento de combustível firmado com  a Suzano tem vigência de dez anos a partir do início do fornecimento comercial, previsto para o primeiro semestre de 2024.

Dessa forma, após o início do abastecimento da empresa à unidade no Maranhão, ela poderá iniciar seus investimentos para expandir a produção com foco no novo negócio. E, como forma de suprir o gás natural que será fornecido à Suzano com o novo contrato, a Eneva realizará um novo plano de investimentos na sua produção do combustível na Bacia do Parnaíba.

Assim, haverá aportes financeiros em torno de R$ 530 milhões para melhorias na infraestrutura de produção e instalação de novas estruturas para que toda a cadeia de exploração do combustível seja ainda mais eficiente. Isso pois a Eneva precisa garantir uma produção ainda maior ao longo dos próximos anos para o fornecimento de gás à Suzano. 

Companhia investirá R$ 530 milhões ao longo dos próximos anos na sua produção de gás natural na Bacia do Parnaíba após contrato firmado com a Suzano 

Após ter firmado o seu primeiro negócio de fornecimento industrial com a companhia Suzano, a Eneva anunciou que fará um investimento na Bacia do Parnaíba para suprir o gás natural do acordo. Assim, será aplicado um total de R$ 530 milhões na instalação de uma unidade de liquefação de gás natural no complexo, que terá uma capacidade instalada de 300 mil m3/dia, voltada, majoritariamente, para atender a Suzano e novos potenciais clientes na região do Maranhão. 

Além disso, a empresa também anunciou que fará a construção de um terminal de importação em São Luís, no Maranhão. A ideia principal da Eneva é desenvolver novos hubs voltados para a comercialização de gás natural na região e buscar empresas com inovação para o segmento. Por fim, ela pretende conectar o terminal de gás natural ao Complexo do Parnaíba por meio de um gasoduto de cerca de 300 km de extensão durante os próximos anos. 

Assim, o contrato com a Suzano deu à Eneva uma nova perspectiva de crescimento dentro do mercado de gás natural no Brasil e, com os investimentos previstos, a empresa pretende investir no ramo de fornecimento e abastecimento para companhias focadas no segmento industrial no país.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes