Eneva começa a perfuração de um novo poço de petróleo, no Maranhão

Flavia Marinho
por
-
26-05-2020 11:43:15
em Petróleo, Óleo e Gás
Eneva começa a perfuração de um novo poço de petróleo, no Maranhão

Em meio a pandemia e a crise do petróleo, Eneva inicia nova perfuração de poço terrestre na Bacia do Parnaíba, no Maranhão.

A companhia brasileira integrada de energia com negócios complementares em geração, exploração e produção de petróleo – Eneva, iniciou no último fim de semana a perfuração de um novo poço terrestre no Maranhão. SBM Offshore inicia fabricação do topside do FPSO Mero 2, no estaleiro EBR, no Rio Grande do Sul

ANÚNCIO

Leia também

O novo poço terrestre de petróleo que está sendo perfurado na Bacia do Parnaíba, dentro do estado do Maranhão, pertence ao bloco PN-T-48 e ganhou o nome técnico de 3-ENV-11D-MA.

Eneva deu avanço na sua campanha exploratória no Maranhão no primeiro trimestre deste ano. No campo de Gavião Preto, em Parnaíba, a companhia finalizou a completação de dois poços de petróleo e concluiu ainda a perfuração de outros três. Ainda no mesmo campo, a empresa iniciou a perfuração de mais um poço no mesmo período.

Eneva deu inicio nos serviços preliminares de locação no poço 7-GVTE-1-MA, no campo de Gavião Tesoura. Ao longo do primeiro trimestre, os investimentos em upstream da companhia somaram 41 milhões de reais

Atualmente, a companhia possui nove campos de petróleo declarados comerciais: cinco deles em produção (Gavião Real, Gavião Vermelho, Gavião Branco, Gavião Caboclo e Gavião Azul) e quatro em desenvolvimento (Gavião Preto, Gavião Branco Norte, Gavião Tesoura e Gavião Carijó).

A companhia possui, ainda, sete Planos de Avaliação de Descoberta (PADs), sete blocos exploratórios adquiridos na 13ª Rodada de Licitações da ANP, em 2015, cinco blocos adquiridos na 14ª Rodada de Licitações da ANP, em 2017, e seis blocos de petróleo adquiridos no primeiro ciclo da Oferta Permanente da ANP em 2019.

Em 2017, Eneva atingiu a marca de mais de 100 poços de petróleo perfurados na Bacia do Parnaíba, no Maranhão, um resultado excepcional para uma bacia de nova fronteira.

Além da Bacia do Parnaíba, no Maranhão a Eneva opera o campo de Azulão, na Bacia do Amazonas. O gás natural produzido no campo vai abastecer a usina termelétrica Jaguatirica II, em Roraima.

A Eneva possui área total sob concessão superior a 50 mil km² no Maranhão e Amazonas.

⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.