Energia renovável tem grande potencial para ajudar no período de secas da zona rural

Valdemar Medeiros
por
-
27-09-2020 11:01:29
em Energia Renovável
energia renovável - zona rural painéis de energia renovável na zona rural

A energia renovável vem se mostrando uma das alternativas mais econômicas do mercado, seria esta a solução para ajudar durante o período de secas da zona rural?

O conceito de resolver a pobreza rural com energia renovável parece estranho na zona rural. Os problemas que afetam as energias renováveis, como custos, eficiência e retorno sobre o investimento, tornam-na virtualmente inadequada para ambientes rurais pobres. Afinal, é em lugares como este que quase não existe oportunidade para iniciativas tão ousadas. No entanto, no Brasil, onde uma abundância de recursos renováveis como a energia hidrelétrica e a cana-de-açúcar (etanol) geram eletricidade todos os dias, o país está otimista em resolver um problema com o outro.

Leia também

Problema da zona rural comum e uma solução localizada

Um problema típico enfrentado por comunidades empobrecidas, como as do Brasil, é que as famílias têm pouco ou nenhum acesso à eletricidade. Essas aldeias são subdesenvolvidas e fora da rede nacional; sua localização no campo tornaria a eletricidade centralizada cara e, ainda assim, essas famílias ganham muito menos dinheiro do que as residências urbanas típicas.

Felizmente, uma variedade de recursos renováveis disponíveis, como energias geotérmicas, solares e eólicas, são localizados, não exigindo conexão cara a uma rede centralizada.

Apesar do preço inicial caro, a manutenção desses recursos é bastante barata, o que é perfeito para as comunidades rurais em desenvolvimento do país. O principal desafio na implantação dessas formas de energia é o custo inicial.

Poder da energia renovável na Geografia

Curiosamente, o cenário do Brasil pode fornecer uma solução para seus problemas. Devido à extensa linha costeira, o Brasil tem excelente acesso à energia eólica e com uma variedade de rios correntes, incluindo vários afluentes do rio Amazonas.

A energia hidrelétrica é abundante, abastecendo 12% da nação em 2016. Os atuais conflitos ambientais no país em relação à Floresta Amazônica, o Brasil tem um extenso histórico de uso responsável de seus recursos naturais.

Ao longo dos anos, embora afirmasse explicitamente que seu objetivo principal é o acesso universal à eletricidade, o governo também se concentrou na implementação de estratégias que utilizem os recursos renováveis do país. Organismos internacionais veem isso como uma decisão sábia moral, estratégica e economicamente. Por exemplo, ele implementaria um sistema localizado na zona rural.

Como a energia renovável  pode mudar a vida de brasileiros?

Nas comunidades rurais brasileiras, o acesso básico à eletricidade pode mudar a vida de milhões de famílias pobres. Questões como inundações, secas e disponibilidade de terras aráveis afetam as áreas rurais mais pobres do Brasil.

De forma otimista, estudos sobre o assunto mostram que o aumento da tecnologia disponível não só aumenta a produtividade agrícola, mas também permite a preservação mais segura dos alimentos cultivados, sem falar no acesso mais fácil à água potável.

Apesar do otimismo em relação às soluções de base tecnológica, o país ainda tem muito a fazer para resolver a pobreza rural. No Nordeste, região predominantemente rural, 7,5 milhões de pessoas vivem em extrema pobreza. A exclusão continua sendo o maior desafio para essas pessoas.

No entanto, a implementação de projetos arrojados por parte do governo e de organizações privadas começa a dar sinais positivos. Uma iniciativa para levar água ao estado do Ceará proporcionou melhoria na qualidade de vida de 100% dos cidadãos afetados.

O governo espera que essas pessoas tenham mais oportunidades de acesso à eletricidade e, até o momento, a solução para esse problema é a energia renovável.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.