Endesa e Urbaser vão construir a primeira usina de reciclagem, de baterias para veículos elétricos, que vai processar 8000 toneladas por ano

Flavia Marinho
por
-
26-10-2021 11:51:45
em Automotivo, Veículos Elétricos
baterias - preço - usina - reciclagem - península ibérica Usina de reciclagem de baterias / Imagem Google

León receberá a primeira usina de reciclagem de baterias para veículos elétricos da Península Ibérica. A planta estará operacional até o final de 2023 e deve gerar cerca de 50 novos empregos

A primeira usina de reciclagem de baterias de veículos elétricos da Península Ibérica será instalada em Cubillos del Sil (León) e entrará em funcionamento no final de 2023, fruto de uma iniciativa da Endesa, em parceria com a Urbaser. A usina, que teve um investimento de 13 milhões de euros, faz parte do Plano Futur-e da Endesa, por meio do qual a concessionária apoiará o encerramento da operação da termelétrica Cubillos del Sil (León), atualmente em desmontagem.

Leia também

A nova usina de reciclagem de baterias é um dos sete projetos recentemente aprovados pelo Ministério de Transição Ecológica da Espanha, o Governo Regional de Castilla e León, os municípios de Ponferrada e Cubillos del Sil, a Universidade de León e a Endesa.

Usina de reciclagem de baterias para veículos elétricos estará operacional até o final de 2023 e deve gerar cerca de 50 novos empregos

Conforme relatado na segunda-feira por ambas as empresas, a instalação terá capacidade para tratar 8.000 toneladas por ano e há uma previsão de que gerará 50 novos empregos diretos, “além de tantos empregos indiretos ainda a serem quantificados”.

O objetivo é que a fábrica esteja operacional até o final de 2023. No entanto, está prevista a ação logística com antecedência, para que a coleta, o transporte e o armazenamento das baterias sejam avançados para garantir “o volume necessário que, no devido tempo, permite que a usina comece em plena capacidade”.

A nova usina, “a primeira usina de reciclagem de baterias de veículos elétricos da Península Ibérica”, faz parte do Plano Futur-e da Endesa, recentemente aprovado pelo Ministério da Transição Ecológica e pela Junta de Castilla y León, através da qual a empresa de energia mitigará o fim da operação da usina termelétrica Cubillos, no processo de desmantelamento.

A Urbaser participará desta iniciativa por meio da Sertego, sua subsidiária de resíduos industriais que será responsável pela gestão das vinte instalações de coleta, das quais serão fornecidas as baterias de veículos elétricos a serem processadas na fábrica de Cubillos del Sil. Também direcionará sua operação e manutenção.

No caso da Endesa, além de liderar o desenvolvimento do projeto, contribuirá com sua capacidade de gestão e conhecimento sobre mobilidade elétrica, e tem como objetivo contribuir para o relançamento da região de El Bierzo em um compromisso com a economia circular.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe