Em Minas Gerais, tanqueiros realizam greve pela redução do ICMS cobrado no valor do óleo diesel

Minas Gerais, greve, óleo diesel Tanqueiros em greve no estado de Minas Gerais

Caminhoneiros do transporte de combustíveis de Minas Gerais, iniciaram ontem (25/02), uma greve em protesto contra a alíquota do imposto sobre o óleo diesel no estado

Ontem, os caminhoneiros que transportam combustíveis em Minas Gerais, também conhecidos como tanqueiros, anunciaram uma greve a partir para protestar contra o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no óleo diesel. Dessa forma, o abastecimento de postos de gasolina na região metropolitana da capital, Belo Horizonte já tem sofrido os reflexos da paralização.

Veja ainda outras notícias:

Irani Gomes, presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (SindTaque), diz que “Decidimos manter a paralisação até a manifestação do governo. Enquanto o governo não se manifestar, a decisão é manter tudo parado. Não temos previsão de voltar”.

O caminhoneiros pediram ao governo que reduzisse a alíquota do ICMS sobre o diesel de 15% para 12% no estado. O presidente do SindTanque ainda ressalta que “Os principais Estados que também estão na cadeia forte do combustível como Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo possuem uma alíquota de 12%, menor do que é cobrado em Minas Gerais. Hoje a gente sobre muito com isso. Hoje tem mais de 1.500 caminhões deixando de carregar e descarregar combustível e não teremos entrega”.

Em nota o governo do estado de Minas Gerais diz que “No momento, em virtude da situação financeira do estado, a Lei de Responsabilidade Fiscal exige uma compensação para aumentar receita em qualquer movimento de renúncia fiscal, o que não torna possível a redução da alíquota. A Secretaria de Fazenda esclarece ainda que o ICMS corresponde a 31% para gasolina, 16% para o etanol e 15% para o diesel, do preço total dos combustíveis”.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos