Início Construção de nova fábrica da Noroaço em município do RJ vai gerar mais de 50 empregos

Construção de nova fábrica da Noroaço em município do RJ vai gerar mais de 50 empregos

21 de junho de 2022 às 11:55
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Noroaço - Barra Mansa - RJ - empregos - investimentos
Fábrica da Noroaço em SP – imagem: Divulgação/Noroaço

A Noroaço construirá uma nova unidade em Barra Mansa (RJ) que visa gerar mais de 50 empregos para os residentes do município. A expectativa é que a empresa entre em operação já no mês de julho.

Uma nova empresa está chegando em Barra Mansa (RJ). Com o incentivo da Lei 6.979/2015, a Noroaço está planejando instalar uma unidade na altura do km 273 da Rodovia Presidente Dutra, no bairro São Silvestre, local onde antes funcionava a Expresso Sul Fluminense. A Noroaço, que visa gerar dezenas de novos empregos no estado, possui sua sede na cidade de Votuporanga, no interior do estado de São Paulo, e atua com uma diversa linha de produtos em aço para setores como agronegócio, construção civil, serralheria, metalurgia, galpões comerciais e silos.

Noroaço promete gerar 50 empregos diretos em Barra Mansa (RJ)

Bruno Paciello, secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Barra Mansa (RJ), esteve reunido na última semana com representantes da Noroaço no local onde as obras para a construção da unidade acontecem.

Artigos recomendados

De acordo com o secretário, a estimativa é que sejam gerados de 15 a 20 empregos diretos durante a primeira fase do projeto de instalação da Noroaço e mais 50 empregos quando a empresa começar a operar.

Segundo o secretário, a Noroaço é uma grande indústria e o município recebe a empresa com grande felicidade. Barra Mansa (RJ) ganha com a geração de empregos e, o mais importante, a cultura organizacional dinâmica e humanizada, e de meritocracia, que transforma a qualidade dos empregos gerados no município. A expectativa é que a Noroaço comece a operar já na segunda metade do próximo mês.

RJ prorroga prazo de vigência de tratamento tributário a empresas siderúrgicas 

O Governo do Estado estendeu até 2032 o prazo de vigência do tratamento tributário especial para as empresas siderúrgicas instaladas no RJ, através do Programa de Atração de Investimentos Estruturantes (RioInvest). É o que determina a lei aprovada pelo Governador Cláudio Castro e publicada no DOU em maio.

A medida atualiza a legislação sobre o tema e busca garantir maior competitividade para o setor, gerando mais empregos e renda para todo o estado. Castro afirma que a lei desenvolvida pelo Poder Executivo assegura o tratamento isonômico às empresas do setor no RJ em relação às outras regiões do Brasil.

Na prática, o governo está tirando do papel uma iniciativa que, além de tornar o setor mais competitivo, contribuirá para a geração de ainda mais empregos e renda ao estado, impulsionando a economia fluminense. O RioInvest garante incentivos fiscais para empreendimentos industriais, subsidiando compras de bens e insumos. A norma publicada nesta sexta atualiza a legislação sobre o tema, que até então previa a validade dos fomentos apenas até 2026.

Conheça a Noroaço

Há mais de uma década, a empresa se dedica a atender um alto padrão de qualidade, disponibilizando aos seus clientes uma diversa linha de produtos voltados para o agronegócio, construção civil, serralheria e indústria metalúrgica.

Para garantir excelência em todas as etapas, a empresa investe fortemente no aprimoramento de sua equipe e também na compra de máquinas e equipamentos. Seus produtos, fornecidos em todo o território brasileiro, são produzidos a partir de bobinas de aço laminados a quente, galvanizados e a frio, produzidas pelas principais Usinas Siderúrgicas do Brasil. Tudo para que a mais alta qualidade dos projetos seja garantida.

A empresa atende 927 cidades, com 18.958 cargas feitas para mais de 14 mil clientes. A Noroaço alcançou seu espaço no mercado brasileiro com dedicação, muito trabalho e disciplina, atendendo obras no atacado e no varejo com alta qualidade e parceria com seus clientes, amigos e fornecedores.

Relacionados
Mais recentes