Início Com o aumento da demanda por combustíveis renováveis e veículos ecologicamente corretos, grandes marcas buscam formas alternativas de energia, incluindo a gasolina sintética

Com o aumento da demanda por combustíveis renováveis e veículos ecologicamente corretos, grandes marcas buscam formas alternativas de energia, incluindo a gasolina sintética

21 de dezembro de 2021 às 08:19
Compartilhe
Siga-nos no Google News
gasolina, combustíveis, gasolina sintética
Foto: reprodução google

Gasolina sintética será o futuro dos carros? conheça as marcas que estão investindo no setor

Devido à crise mundial dos combustíveis fósseis, com os preços elevados, a grande poluição e a condição de não serem renováveis, as fabricantes de veículos têm buscado outros meios de geração de energia para seus produtos. Além dos carros elétricos, recarregáveis em tomada, há também o investimento em pesquisas para fabricar gasolina sintética.

Confira também:

O alto custo para produzir os carros elétricos e a dificuldade para descartar as baterias ainda são fatores dificultadores para a total adesão deles ao mercado. Mesmo assim, já se tornaram a nova prioridade para grandes marcas produtoras em diversos países do mundo.

Contudo, empresas como a BMW e a Porsche declararam que não vão submeter toda a frota ao modo elétrico, como já é a meta da grande maioria para a próxima década. Com isso, as alemãs estão investindo em um novo projeto para não serem banidas da Europa – a produção de gasolina sintética.

“Essas marcas vão vender esses modelos em países da Europa que não vão para 100% de eletrificação, como alguns do Leste do continente”, explica Everton Lopes, mentor de energia a combustão da SAE Brasil. Nos Estados Unidos, somente alguns Estados – como Califórnia e Washington – anunciaram que irão banir veículos a combustão.

Combustão a partir de e-Fuel

Todavia, a Porsche e a BMW estão buscando formas de inovar o futuro e a utilização dos carros a combustão. Para isso, as montadoras pretendem usar o e-Fuel, gasolina sintética que será adotada pela fórmula 1 a partir de 2025.

“Esse conceito não é novo, mas ganhou força recentemente”, explica Lopes. “Consiste em fazer combustível a partir de uma reação química, dispensando o petróleo.”

De acordo com o mentor, a gasolina sintética ocupará a base da geração de energia dos novos carros, junto com a eletricidade. Além disso, o método também permite produzir outros combustíveis fósseis, como o diesel e o gás.

Como é produzida a gasolina sintética

É necessário que haja uma reação química entre hidrogênio e gás carbônico para que a gasolina sintética seja produzida.  “O resultado é o metanol, convertido em gasolina”, explica o gerente de Relações Públicas e Comunicação da Porsche do Brasil, Leandro Rodrigues Sabes.

A gasolina sintética mantém as mesmas propriedades da gasolina derivada do petróleo, o que possibilita que os carros já existentes com motor a combustão funcionem com ela sem precisar de adaptações.

“Como é usado CO2 na reação que gera a gasolina sintética, o combustível tem pegada de carbono nula”, explica o especialista da SAE. “O gás carbônico emitido no escape do carro é compensado no processo de produção.”

Porém, apesar das vantagens, a gasolina sintética apresenta teor de poluição bem semelhante ao da gasolina tradicional. Por isso, a utilização desse combustível pode apresentar resistência dos países que estão em busca de diminuir a emissão de poluentes.

Confira abaixo um vídeo explicativo de como funciona e o que é combustível sintético:

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes