Caminhoneiros são impedidos de fazer greve: entenda a liminar da justiça

Daiane Souza
por
-
01-11-2021 10:33:23
em Economia, Negócios e Política
Caminhoneiros são impedidos de fazer greve: entenda liminar da justiça Caminhoneiros fecham estrada BR-324 perto de Salvador 23/5/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

De acordo com o Poder 360, ao menos 20 estados brasileiros foram impedidos de atuar com greve dos caminhoneiros nesta segunda-feira (01). Era previsto que a paralisação ocorresse somente a partir do dia 02. Deputados contestam a decisão publicada pelo STF, Supremo Tribunal Federal, e argumentam que é contra a constituição brasileira impedir os cidadãos de se manifestarem. Santa Catarina, que poderia contar com aglomerações na BR 101 e a paralisação do trânsito, também teve proibições.

Na última sexta-feira (29), o Ibovespa, Bolsa de Valores, terminou em queda de 2% a 103 mil pontos devido ao clima de instabilidade para essa semana. Os mercados já alertam os seus clientes que, se houver o bloqueio, podem ficar sem estoques. Adilson Souza, em entrevista para o nosso portal, afirmou que na greve que tiveram em setembro, a empresa para a qual trabalhava transportando gás ficou sem estoque e não conseguiu atender aos pedidos dos clientes.

“Não sabemos como deve funcionar, como vai ser. Mas, acho que as consequências serão as mesmas que as anteriores. O aumento do dólar, da gasolina, a diminuição de operações na Bolsa. O setor não tem uma organização centralizada sobre fazer ou não fazer a manifestação, todos estão decidindo por si só no dia de folga”, acrescenta.

O Ministério da Infraestrutura informou que ao menos 20 estados foram proibidos de fazerem a greve. Por isso, o trânsito está fluindo normalmente nas BRs e rodovias. A Polícia Federal de Santa Catarina, apontou que não existem pontos de centralização. O mesmo ocorre para outras regiões. Por isso, os grupos que se reunirem na terça-feira (02), correm o risco de terem que pagar multas.

Feriado: como vai acontecer para os caminhoneiros?

O feriado do dia 02 de novembro é nacional e não optativo. Por isso, os colaboradores têm o direito de ganhar um dia de folga ou de optar por receber horas extras em 100% caso o cargo determine isso. Devido à impossibilidade de greve dos caminhoneiros abordada pelo STF, Supremo Tribunal Federal, é previsto que o trânsito para as regiões litorâneas continue ocorrendo normalmente e sem grandes filas.

Os trabalhadores do setor, que prometiam realizar as manifestações no dia, contestam nas redes sociais que o STF estaria impondo uma ditadura. Em seus pedidos e requisições, solicitaram a diminuição do tempo de aposentadoria que foi para 65 anos para os homens e também um controle maior sobre o preço do diesel, assim como da gasolina. Em ao menos 6 estados, o valor de ambos já superou a marca de R$ 7 e pode chegar a R$ 8 até o final do ano de 2021.

Impactos já sentidos?

Os impactos da tentativa de greve dos caminhoneiros com pouca adesão já podem ser sentidos na economia brasileira: o dólar, moeda norte-americana, começou o dia em alta com variação de 0,06%, custando cerca de R$ 5,65. O câmbio, no ano de 2021, vem sendo um dos principais responsáveis por determinar as alterações constantes nos preços de combustíveis. Já em relação ao Ibovespa, apesar do clima de instabilidade, começou o dia com leve alta na faixa de 0,96%a 104 mil pontos. A Bolsa de Valores teria terminado o dia em queda a 103 mil pontos, somando valorização negativa de 2% na última sexta-feira (29). 

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Daiane Souza
Em formação em jornalismo pela Uniasselvi. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).