Bolsonaro quer instalar usinas solares na Esplanada dos Ministérios

Bolsonaro quer economizar

Iniciativa do presidente Bolsonaro visa reduzir gastos e faz parte da programa governamental de sustentabilidade

Na última quinta-feira, 5 de setembro, o presidente jair Bolsonaro publicou em sua conta oficial do Twitter que em concordância com o plano “Esplanada Sustentável”, está sendo preparado um projeto para reduzir os gastos de energia no setor público. Leia aqui ! Petrobras é convocada para salvar a Amazônia !
O projeto visa a revisão de contratos e a implantação de geração de energia solar nos prédios anexos da Esplanada dos Ministérios que irão reduzir os custos em até 90%.

Segundo a publicação do presidente Bolsonaro, “As medidas fazem parte da iniciativa ‘Esplanada Sustentável’, que tem como objetivo promover a adoção de modelos de gestão voltados ao uso racional de recursos naturais e à sustentabilidade ambiental e econômica”.
O programa prevê a instalação de micro usinas fotovoltaicas que em alinhamento com a consciência ambiental atual não só do governo, mas de todos, tem despertado muitos projetos visando o lado econômico e o lado ambiental.

Em complemento a instalação das usinas, Bolsonaro disse que a ideia do governo é disponibilizar um portal com informações para readequação contratual, visando a redução de gastos com consumo de energia.
A estimava do governo é economizar cerca de R$ 2,6 milhões por ano e seis órgãos da administração direta já iniciaram revisões contratuais, mas a ideia é replicar as ações para outros órgãos e instituições públicas federais.

O portal terá dados de consumo de todos os órgãos da esplanada dos ministérios e ajudará a equipe de governo de Bolsonaro a melhor tomada de decisão.

O projeto

O projeto é uma parceria do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento para Excelência e Transformação do setor público, da UnB e da CEB (DF).
Órgãos federais localizados em São Paulo e no Rio de Janeiro já estão com suas contas em análise, em uma parceria com os fornecedores de energia Enel Distribuição São Paulo (SP) e Light (RJ).

O Ministério de Minas e Energia já gera parte da energia que consome, pois conta, desde 2016, com 154 painéis solares instalado no telhado do seu edifício-sede e a potência da usina é de 60kWp.

Leia também aqui no seu portal ! A Indústria de petróleo e gás é a número 1 em geração de impostos ao governo !

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)