Início Apesar da queda do preço do etanol, gasolina ainda é o combustível mais vantajoso até que haja melhora da safra de cana de açúcar e preço do dólar

Apesar da queda do preço do etanol, gasolina ainda é o combustível mais vantajoso até que haja melhora da safra de cana de açúcar e preço do dólar

18 de fevereiro de 2022 às 18:16
Compartilhe
Siga-nos no Google News
safra de cana de açucar deve melhorar em 2022 e fazer preço do etanol cair
Imagem: UOL via Google

A queda no preço do etanol já está sendo sentida nas bombas dos postos de combustíveis e, portanto, faz o consumidor questionar: é mais vantajoso abastecer com álcool ou gasolina?

O preço do etanol teve queda acumulada de 6% nos últimos trinta dias. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, órgão fiscalizador das atividades da indústria, distribuição e revenda de derivados de petróleo e álcool combustível, a média nacional do litro do combustível passou de R$ 5,10 para R$ 4,79. E ainda se espera mais reduções desses valores com o aumento da safra de cana de açúcar no Brasil. Já os valores da gasolina têm a ver com a variação do dólar.

Veja também

O preço da gasolina também caiu, porém com menos intensidade. O combustível mais usado no Brasil teve a média reduzida de R$ 6, 67 para R$ 6,61 no intervalo de um mês.

Agora, para saber qual a melhor escolha para o bolso do consumidor em se tratando de etanol e gasolina, é necessário fazer um cálculo sobre o preço dos dois combustíveis.

O etanol tem 70% da eficiência da gasolina, então o que se deve fazer é dividir o valor dele pelo da gasolina. Se o resultado for maior que 0,7, quer dizer que o álcool está custando mais de 70% do valor da gasolina. Portanto, não vale a pena. Porém, se o resultado da divisão for menor do que 0,7, então é mais interessante consumir o etanol.

Acontece que considerando o valor médio do etanol e da gasolina, o segundo combustível se apresenta como mais vantajoso. Veja na tabela abaixo a média de preços de cinco estados já com os cálculos dos 70%.

Safra de cana de açúcar deve ter recuperação em 2022 e assim ajudar diminuir ainda mais preço do etanol

A produção de cana-de-açúcar, matéria-prima do combustível etanol, deve ter recuperação em 2022/2023. A safra de cana começa no dia primeiro de abril deste ano.

A projeção é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), numa expectativa positiva de clima mais favorável e maior produtividade dos canaviais brasileiros, se comparado com a temporada 2021/2022, que termina no dia 31 de março.

Portanto, se as expectativas de um quadro climático favorável no início de 2022 acontecerem, haverá aumento na fabricação de açúcar e principalmente de etanol, com mais oferta.


Segundo a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo, a safra de cana de açúcar 22/23 deve alcançar valores entre 530 milhões e 578 milhões.

Na última safra, a produção de cana variou entre 516 milhões e 520 milhões de toneladas registradas pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) e pela União da Indústria da Cana-de-Açúcar (ÚNICA).

A relação do preço da gasolina e o dólar

Como vimos acima, o preço da gasolina deu uma caída em alguns estados. Porém, o valor continua num patamar alto, após vários reajustes nos últimos meses. E tudo isso tem a ver com preço do dólar.

Entender a relação da moeda americana com o preço da gasolina aqui no Brasil é simples. Desde 2016, a Petrobras adota a chamada Política de Preços de Paridade de Importação (PPI), que baseia o valor do barril de petróleo em dólar.

Portanto, quando o dólar está alto, o preço do barril de petróleo também sobe. E isso é sentido pelo consumidor diretamente na bomba dos postos de combustíveis.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes