Ambev firma parceria inovadora para consumo de energia limpa em bares e restaurantes

Kelly
por
-
05-10-2020 11:07:34
em Energia Renovável
Ambev firma parceria inovadora para consumo de energia limpa em bares e restaurantes Usinas de energia solar/Imagem: Divulgação

A proposta deverá atender com energia limpa os mais de 700 mil bares, restaurantes e supermercados espalhados no Brasil que fazem parte da rede de distribuição da Ambev

A partir de iniciativas de inovação de grandes empresas para a transformação de seu negócio e/ou desenvolvimento, a Ambev, através de sua corporate venture Z-Tech, anunciou um investimento na Lemon, startup que facilita a conexão entre a geração de energia limpa e os negócios com o uso de tecnologia. A informação foi divulgada pelo portal NeoFeed nesta segunda-feira (05).

Leia também

A Lemon desenvolveu uma forma inovadora para empreendimentos consumirem energia sustentável. A ideia é levar essa proposta para os mais de 700 mil bares, restaurantes e supermercados espalhados no Brasil que fazem parte da rede de distribuição da Ambev. Esse é o quarto investimento da companhia no país.

Segundo Roberto Guido, CEO da Z-Tech no Brasil, eles querem fomentar o ecossistema de pequenos e médios negócios. “Com a Lemon, poucas vezes vi um alinhamento tão grande com o que a gente quer construir”, disse.

Criada pela AB InBev, dona da Ambev, a Z-Tech atua como um hub de inovação, cuja missão é digitalizar o pequeno varejo e buscar soluções para que sejam mais eficientes ou possam reduzir seus custos. Está presente nos Estados Unidos, México e Brasil.

O montante da Z-Tech, da rede Ambev, e da Capitale Energia é o segundo que a Lemon recebe. A startup conseguiu investimentos de US$ 1 milhão, em setembro de 2019, para desenvolver seus projetos de energia limpa.

Tecnologia inovadora da Lemon permite fornecer energia limpa sem necessidade de instalação de placa

A Lemon faz a conexão de usinas de energia limpa, proveniente de fontes renováveis como solar ou eólica, a rede de grandes distribuidores. Essa energia é transformada em créditos, que são descontados na conta das empresas que são clientes da Lemon, ou seja, é como se uma empresa estivesse alugando placas solares para produzir energia solar.

Executivos da Lemom; Fonte: NeoFeed

A startup pretende expandir seus projetos em virtude da parceria com a Ambev e do aporte da Z-Tech. O plano é fechar acordos com 10 distribuidores de energia e começar a oferecer seu serviço em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e alguns estados do Nordeste.

Atualmente, a startup Lemon tem capacidade de 300 megawatts de energia limpa, o equivalente para atender 40 mil estabelecimentos comerciais.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe