Início Agência Nacional do Petróleo publica informações sobre evolução do setor de óleo e gás no Brasil e no mundo em 2019

Agência Nacional do Petróleo publica informações sobre evolução do setor de óleo e gás no Brasil e no mundo em 2019

4 de julho de 2020 às 09:26
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Pré-sal – Petrobras avança na exploração do maior campo do mundo, o campo de Búzios, na Bacia de Santos
O que se espera é que, até 2030, o campo de Búzios produza 2 milhões de barris de óleo por dia

De acordo com a ANP, o pré-sal foi peça chave, sendo responsável por mais da metade da produção nacional em 2019

A ANP publicou no dia (30/6), informações sobre a evolução do setor de petróleo e gás natural no Brasil e no mundo em 2019. Dados apresentados pela agência mostram liderança do pré-sal no Brasil, sendo responsável por mais da metade da produção nacional.

Veja ainda outras notícias:

A produção de petróleo cresceu 7.8% em 2019, atingindo a marca de 2.88 milhões de barris/dia. O aumento foi liderado pela oferta de petróleo do pré-sal, que passou de 521.5 milhões de barris em 2018 para 634 milhões de barris em 2019, alcançando, na média, a marca de 1.7 milhão de barris/dia no ano. O pré-sal representou 62.3% da produção nacional total.

A produção de gás natural subiu 9.5% em 2019, marcando o décimo ano consecutivo de aumento, e atingindo 123 milhões de metros cúbicos/dia. Na área do pré-sal, a produção de gás natural manteve o aumento de sua participação no total nacional, correspondente a 57.9%.

Em 2019, a produção de derivados de petróleo foi de 108.1 milhões de m³, 17.1 mil m³ superior à de 2018. Desse volume, 104.3 milhões de m³, 96.4% do total, foram produzidos em refinarias, sendo o restante dividido entre centrais petroquímicas.

Assim sendo, o Brasil se manteve na posição de 10º maior produtor de petróleo no mundo e ocupa o posto de maior produtor da América Latina, liderança assumida em 2016.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes