Início Açu Petróleo fatura contrato com Petrobras e Transpetro para interligar terminal no Porto do Açu a Macaé; projeto será ponto de abastecimento das refinarias Reduc e Regap, além de acesso logístico para importação e exportação de petróleo no RJ

Açu Petróleo fatura contrato com Petrobras e Transpetro para interligar terminal no Porto do Açu a Macaé; projeto será ponto de abastecimento das refinarias Reduc e Regap, além de acesso logístico para importação e exportação de petróleo no RJ

10 de março de 2022 às 08:10
Compartilhe
Siga-nos no Google News
petróleo - refinaria - açu - Macaé - Transpetro - petrobras
Imagem – Açu Petróleo

Além de estratégicos para o abastecimento das refinarias da Petrobras, projeto proporcionará maior flexibilidade operacional e eficiência para importação e exportação de petróleo

Boas notícias para a cidade de Macaé! A Açu Petróleo informou ontem (09/03), em fato relevante ao mercado, que assinou um Acordo Prévio com Petrobras e Transpetro para a interligação do seu Terminal de Petróleo, localizado no Porto do Açu, ao Terminal de Cabiúnas da Petrobras, em Macaé-RJ.

Leia também

Segundo o anúncio, o acordo consiste em detalhar os requisitos básicos e estudos técnicos de engenharia para a futura interligação entre os Terminais.

A interligação entre os terminais faz parte do Projeto Spot e está prevista no plano de expansão de negócios da companhia, o que possibilitará o uso do Terminal da Açu Petróleo para o abastecimento das refinarias Reduc e Regap.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

O Projeto Spot se encontra em estágio avançado de desenvolvimento e licenciamento, e prevê a construção de 12 tanques de petróleo com capacidade total de 5,7M bbl e de dois oleodutos.

Além de estratégicos para o abastecimento das refinarias, Açu Petróleo informa que o Projeto Spot proporcionará maior flexibilidade operacional e eficiência para importação e exportação de petróleo.

“Esse marco reforça o posicionamento da Açu Petróleo em prover infraestrutura e soluções logísticas para a movimentação de líquidos no Brasil”, comemora a Açu Petróleo.

Assista ao vídeo abaixo e conheça as operações da Açu Petróleo

Siemens faturou no final do ano passado um pedido grandioso para a construção da Usina Termelétrica GNA II, no Porto do Açu; o maior complexo de GNL da América Latina fornecerá energia para 14 milhões de residências!

A Siemens Energy faturou, em novembro do ano passado, um contrato para a construção da Usina Termelétrica GNA II, localizada no Porto do Açu, no estado do Rio de Janeiro – o maior complexo de GNL da América Latina. UTE GNA II será a segunda usina de ciclo combinado que a Siemens Energy irá construir em regime de turnkey no polo termelétrico, com uma capacidade instalada de 1,7 gigawatt (GW).

A usina está sendo construída em conjunto com a parceira do consórcio Andrade Gutierrez, que fornecerá às obras civis infraestrutura e montagem.

“Nossa participação nesse projeto excepcional reforça como nossa abordagem abrangente de GNL – para – Energia; aumenta o valor agregado para nossos parceiros e também atende à necessidade de energia acessível e confiável”, afirma Jochen Eickholt, membro do Conselho Executivo da Siemens Energy AG.

Relacionados
Mais recentes