Acordo entre Brasil e EUA assinado hoje abre acesso para um fundo do governo americano de quase 100 bi de dólares

Flavia Marinho
por
-
08-03-2020 15:20:01
em Economia, Negócios e Política
Brasil e EUA assinaram neste domingo acordo para Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação Brasil e EUA assinaram neste domingo acordo para Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação




O acordo pode ainda ajudar o Brasil a capacitar sua indústria e abrir o mercado norte-americano para a indústria nacional da área militar.

Foi assinado neste domingo, (08) pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, um acordo militar bilateral com os Estados Unidos – o Acordo para Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação (RDT&E, na sigla em inglês). Energia Nuclear: Acordo entre Brasil e EUA prevê conclusão de Angra 3 e construção de novas usinas

Leia também

A nova parceria entre os países pode dar acesso ao Brasil a um fundo de desenvolvimento de tecnologia para defesa que chega 100 bilhões de dólares.

A aliança pode ainda ajudar o Brasil a capacitar sua indústria e abrir o mercado norte-americano para a indústria nacional da área militar.

No acordo está previsto a possibilidade de parceria em projetos para tecnologias de defesa, que podem levar a produtos com patentes a serem divididas entre os dois países e exploradas pelas empresas desenvolvedoras.

O financiamento será público, e terá que ser dividido entre o Brasil e os Estados Unidos, mas o desenvolvimento das pesquisas será feito por empresas privadas. Empresas brasileiras e americanas poderão se associar para desenvolver tecnologias e se candidatar ao financiamento pelo fundo.

“Quero ressaltar que o acordo que assinamos hoje vem a somar com o que aconteceu em 2019, quando depois de 20 anos tivemos a aprovação do acordo de salvaguardas tecnológicas (para uso da base de Alcântara). Em seguida fomos reconhecidos como aliados extra-Otan. Esse é mais um acordo inédito”, disse o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

O pacto aconteceu no quartel-general do Comando Sul dos Estados Unidos, localizado em Doral, nas proximidades da cidade de Miami (Flórida, Estados Unidos).

Esta é a primeira vez que um presidente brasileiro visita esse comando, que é o responsável por operações militares e de segurança para a América Central, América do Sul e Caribe. Confira abaixo o momento da chegada de Bolsonaro ao local:

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.