Acidente em plataforma da Petrobras deixa funcionário ferido

Acidente em plataforma da Petrobras

Acidente durante testes de equipamentos na plataforma P-31, da Petrobras, deixou um petroleiro ferido

O acidente ocorrido na plataforma P 31, da Petrobras, localizada na Bacia de Campos, no norte do estado do Rio de Janeiro,deixou o funcionário Ícaro Leão da Silveira, de 28 anos ferido. O petroleiro que desempenha a funçao de técnico de operações.

Ícaro sofreu uma fratura exposta na perna ao ser atingido por uma mangueira, durante procedimento de pressurização e foi socorrido de helicóptero para um hospital em Vitória, no Espírito Santo. O mesmo passou por cirurgia e se recupera bem.

Segundo Marcelo Nunes,  diretor de Comunicação do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, a empresa reduziu seus investimentos em segurança; o que tem acarretado no aumento de acidentes.

Marcelo se queixou também que está cada vez mais perigoso trabalhar em uma plataforma, que é uma unidade de alto risco.

A Petrobras informou, em nota, que o acidente aconteceu na tarde de segunda-feira, dia 12, durante testes de equipamentos na P31 e que o funcionário foi imediatamente encaminhado para atendimento no local e depois levado de helicóptero para Vitória, onde passou por cirurgia e passa bem.

Ainda segundo a nota, a companhia instaurou comissão de investigação para apurar as causas do ocorrido.

A estatal não respondeu sobre a redução dos investimentos em segurança e sobre o registro de acidentes, e não informou números absolutos, apenas taxas, em que é possível comparar que de 2015 para 2018 houve uma redução de 53% nos registros de acidentes de trabalho.

 Leilão de balsas, guindastes e máquinas de tração

Como parte do movimento para otimização do portfólio e melhoria de alocação do capital, a Petrobras anunciou nesta quinta-feira, 15, que realizará em 17 de setembro um leilão eletrônico número 19.057, para venda de equipamentos contendo balsas oceânicas, guindaste e máquinas de tração.

De acordo com a companhia,  a alienação objetiva reduzir custos, uma vez que não há perspectiva de uso desses equipamentos em projetos da empresa.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Avatar

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.