2 mil vagas de emprego serão geradas com nova instalação de indústria de celulose


vagas de emprego Euca Energy

A empresa Euca Energy consegue licença e prevê investimentos de R$ 10 bilhões e geração de 2 mil empregos em Mato Grosso

O projeto econômico da Euca Energy que prevê investimentos de quase R$ 10 bilhões, além de duas mil vagas de emprego diretos, teve o aval da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a entrega da licença prévia para a instalação da indústria de celulose no município de Alto Araguaia oficializado nesta semana pelo governador Mauro Mendesa.

“Sem dúvida o maior empreendimento privado em curso hoje no Brasil, uma demonstração de que os investidores estão acreditando em Mato Grosso”, disse Mendes.

O governador ainda destacou o crescimento que a indústria de celulose trará para a região sul do estado. “Será um grande polo de desenvolvimento que atrairá outros tipos de empresas que irão agregar a este projeto. A partir do momento que esta fábrica começar a ser construída, com certeza terá uma nova perspectiva, muda a realidade desta região, que já é tão importante e ganha mais este empreendimento”.

Esse tipo de empreendimento passa pelo processo mais complexo existente na legislação ambiental vigente, explica a Secretaria de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti. “São ouvidas diversas entidades e a sociedade. O projeto passa por análises, por consulta pública, por avaliação do corpo técnico multidisciplinar e só depois a licença é de fato entregue e concedida ao empreendedor”.

O presidente da Euca Energy, ex-senador Gilberto Goellner, explicou que Alto Araguaia tem a condição ideal de receber o empreendimento por questões energéticas, água, confluência de mais dois estados, logística ferroviária e rodoviária.

O empresário citou a preocupação com toda a questão ambiental. “Hoje a necessidade é de comprar ou arrendar 300 mil hectares onde plantaremos 180 mil hectares, visando o aproveitamento médio de 60% desta área. 40% será deixado para reserva. Nosso projeto abrange essa preocupação com a preservação. Com essa licença prévia temos condições de nos apresentar ao mercado internacional e atrair empresas que tenham interesse no país, visto que o Brasil é o melhor local para produzir eucalipto, celulose”.

O diretor da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo Oliveira, destacou ,“Esse investimento de quase R$ 10 bilhões vai alimentar muitas outras cadeias produtivas, como o setor de base florestal, de energia, vai demandar muita logística e gerar muitas vagas de emprego.

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, enfatizou a importância do projeto para a região. “Estamos na porta de entrada do estado, inserido no vale do Araguaia, em um ponto privilegiado, temos ferrovia. Esse empreendimento vem de encontro com os interesses públicos e econômicos de nosso município e da região e para o estado de Mato Grosso, é uma nova matriz econômica que surge no estado. Um investimento deste tamanho abre os olhos de investidores para o nosso estado”.

Tanque de armazenamento de etanol explode em usina no interior de São Paulo

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Postado em
Sem categoria