2 mil vagas de emprego serão geradas com nova instalação de indústria de celulose

vagas de emprego Euca Energy

A empresa Euca Energy consegue licença e prevê investimentos de R$ 10 bilhões e geração de 2 mil empregos em Mato Grosso

O projeto econômico da Euca Energy que prevê investimentos de quase R$ 10 bilhões, além de duas mil vagas de emprego diretos, teve o aval da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a entrega da licença prévia para a instalação da indústria de celulose no município de Alto Araguaia oficializado nesta semana pelo governador Mauro Mendesa.

“Sem dúvida o maior empreendimento privado em curso hoje no Brasil, uma demonstração de que os investidores estão acreditando em Mato Grosso”, disse Mendes.

O governador ainda destacou o crescimento que a indústria de celulose trará para a região sul do estado. “Será um grande polo de desenvolvimento que atrairá outros tipos de empresas que irão agregar a este projeto. A partir do momento que esta fábrica começar a ser construída, com certeza terá uma nova perspectiva, muda a realidade desta região, que já é tão importante e ganha mais este empreendimento”.

Esse tipo de empreendimento passa pelo processo mais complexo existente na legislação ambiental vigente, explica a Secretaria de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti. “São ouvidas diversas entidades e a sociedade. O projeto passa por análises, por consulta pública, por avaliação do corpo técnico multidisciplinar e só depois a licença é de fato entregue e concedida ao empreendedor”.

O presidente da Euca Energy, ex-senador Gilberto Goellner, explicou que Alto Araguaia tem a condição ideal de receber o empreendimento por questões energéticas, água, confluência de mais dois estados, logística ferroviária e rodoviária.

O empresário citou a preocupação com toda a questão ambiental. “Hoje a necessidade é de comprar ou arrendar 300 mil hectares onde plantaremos 180 mil hectares, visando o aproveitamento médio de 60% desta área. 40% será deixado para reserva. Nosso projeto abrange essa preocupação com a preservação. Com essa licença prévia temos condições de nos apresentar ao mercado internacional e atrair empresas que tenham interesse no país, visto que o Brasil é o melhor local para produzir eucalipto, celulose”.

O diretor da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo Oliveira, destacou ,“Esse investimento de quase R$ 10 bilhões vai alimentar muitas outras cadeias produtivas, como o setor de base florestal, de energia, vai demandar muita logística e gerar muitas vagas de emprego.

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, enfatizou a importância do projeto para a região. “Estamos na porta de entrada do estado, inserido no vale do Araguaia, em um ponto privilegiado, temos ferrovia. Esse empreendimento vem de encontro com os interesses públicos e econômicos de nosso município e da região e para o estado de Mato Grosso, é uma nova matriz econômica que surge no estado. Um investimento deste tamanho abre os olhos de investidores para o nosso estado”.

Tanque de armazenamento de etanol explode em usina no interior de São Paulo

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. Se você têm uma sugestão de pauta, gostaria de postar vagas de empregos ou anunciar conosco, mandem um e-mail para [email protected] OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.