13 mil vagas de emprego no RJ para suprir investimentos de R$ 16 bi em obras ferroviárias e rodoviárias

13 mil vagas de emprego no RJ com investimentos de R$ 16 bi em concessão rodoviária e ferroviária

Cerca de 16 bilhões de reais em investimentos em concessão rodoviária e ferroviária vai gerar mais de 13 mil vagas de emprego só no Rio de Janeiro

Boas notícias para o RJ, conforme noticiado no vídeo abaixo, mais de 13 mil vagas diretas de emprego serão geradas no estado do Rio com os investimentos previstos em 16 bilhões de reais em concessão rodoviária e ferroviária. Ferrovia operada pela Vale, será conectada ao porto do Açu, e terá caminho pelo Comperj

Leia também

O 1º leilão do ano realizado pelo Governo Federal acontece no próximo dia 21 de fevereiro!

O Ministério da Infraestrutura vai leiloar o trecho Sul da BR-101/SC e a empresa vencedora deve investir cerca de R$ 7 bilhões.

No total, 220 quilômetros serão concedidos entre os municípios de Paulo Lopes/SC e São João do Sul/SC – divisa do estado com o Rio Grande do Sul. O vencedor do leilão terá o direito de administrar a rodovia por 30 anos.

Uma novidade dessa nova rodada de concessões é a previsão, em edital, da obrigatoriedade de construção de Pontos de Parada e Descanso (PPD) para caminhoneiros ao longo do trecho da rodovia a ser leiloada, que engloba 17 municípios catarinenses.

O edital prevê, também, a tarifa-máxima de pedágio de R$ 5,19 para os 220 km do trecho. Com a concessão, quase 4 mil  vagas de emprego serão geradas, com previsão de retorno de R$ 645 milhões a esses municípios por meio da arrecadação do Imposto Sobre Serviços/ISS.

Entre os benefícios gerados a partir do leilão da BR estão a redução de custos operacionais, tempo de viagem e nº de acidentes. Mais segura, a rodovia contará com 98 km de faixas adicionais e 100% do trecho monitorado por câmeras.

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Flavia Marinho

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore offshore