Governo de Goiás anuncia 4 mil vagas de emprego para a construção da Plataforma multimodal da ferrovia Norte Sul do Brasil 

4 mil vagas de emprego Goiás rodovia norte sul

Serão geradas quase 4 mil vagas de emprego com a construção da primeira e única plataforma logística multimodal da Ferrovia Norte-Sul em Rio Verde, Goiás.

Quase 4 mil vagas de emprego em Goiás para a construção da primeira e única plataforma logística multimodal da Ferrovia Norte-Sul, entre o trecho da cidade de Porto Nacional (TO) ao o município de Estrela D’Oeste (SP). Confira tamém,  Governo ligará por ferrovia o Porto de Itaqui, no Maranhão ao Porto de Santos.

O prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale divulgou a excelente notícia durante coletiva de imprensa na quarta-feira, 11, “Será a segunda maior plataforma, perdendo apenas para a de Rondonópolis (SP)”.

A empresa responsável pela implantação será o Grupo Rumo Engenharia que já é responsável por outros empreendimentos deste tipo em São Paulo.

O investimento será em torno de 400 milhões de reais, sendo R$ 160 milhões em 2020, e mais R$ 140 milhões em 2021. “Serão aproximadamente 1600 empregos gerados inicialmente, fora os 500 empregos da empresa responsável pela produção dos trilhos que já está acontecendo, e depois durante a parte operacional, mais 1800 vagas de emprego, tendo 800 diretos e 1000 indiretos. Além de todos os caminhoneiros e outros profissionais que virão puxados por este empreendimento”, descreveu o prefeito.

O secretário de Desenvolvimento Sustentável, Denimárcio Borges,  afirma que entidades como Senai, irão ajudar na qualificação necessária para que todos possam participar das oportunidades de emprego.  “segundo o Proden (Projeto de Desenvolvimento de Rio Verde), 70% dos empregos tem a obrigação legal serem de contratações locais”, completou o prefeito.

De acordo com o prefeito, “estudos técnicos provaram que a primeira área não suportaria o empreendimento, mas um novo estudo técnico encontrou uma nova área, que fica inclusive próxima a área inicial, a qual não ficará sem aproveitamento, já possuem outras empresas interessadas em utilizar a área e se instalarem em nossa região com a vinda da Plataforma”.

O presidente do Conselho de Desenvolvimento de Rio Verde (Coderv), Eduardo Lobo, complementou que os empresários em qualquer aporte, terão apoio das entidades para participarem juntos deste crescimento e progresso com a chegada da Plataforma.

Os documentos do empreendimento estão marcados para serem assinados no dia 19 de dezembro, e que deverão estar presentes no mesmo o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o próprio governador.

Segundo o presidente da Comigo, Antonio Chavaglia, esta conquista irá impactar diretamente na venda, distribuição e entrega da matéria prima que produzida em Rio Verde e região, principalmente quanto aos grãos.

Posted Under
Sem categoria