WEG e Engie, a segunda maior do mundo no ramo de energia, concluem instalação da turbina eólica do primeiro Aerogerador Nacional

Flavia Marinho
por
-
14-06-2021 07:05:59
em Energia Renovável
turbina - WEG - ENGIE - energia eólica - aerogerador - motor - transformador - emprego - sc Instalação da turbina eólica do primeiro Aerogerador Nacional – Fonte WEG e Engie

Energia eólica: a turbina fabricada pela WEG está instalada no parque experimental de pesquisa e desenvolvimento da ENGIE, localizado no município de Tubarão, em Santa Catarina

A WEG, uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, e a ENGIE Brasil Energia, estão concluindo a fase mais importante do Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento “Aerogerador Nacional”, que é a montagem da turbina eólica.

Leia também

Localizado no município de Tubarão, em Santa Catarina, a turbina eólica está instalada no parque experimental de pesquisa e desenvolvimento da ENGIE e é resultado de um Projeto Estratégico do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da companhia com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

O aerogerador foi projetado e construído pela WEG e a segunda etapa do projeto também contou com recursos do P&D das Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A (CELESC).

O projeto denominado “Desenvolvimento e certificação de aerogerador nacional de 4,2 MW de acoplamento direto, com gerador síncrono de ímãs permanentes e conversor de potência plena” tem por objetivo desenvolver e incentivar a tecnologia nacional em energia eólica para reduzir a dependência de outros países, por meio do fortalecimento da cadeia brasileira de fornecedores de componentes e prestadores de serviços para a fabricação e instalação de turbinas eólicas de grande porte.

A fabricação dos segmentos da torre de concreto, com mais de 1.100 toneladas de aço e concreto, foi realizada pela WEG no próprio local de instalação da turbina eólica (aerogerador), o gerador, o hub e a nacele, instalados no topo da torre de concreto, foram produzidos pela WEG, cuja matriz e principal operação global está localizada em Jaraguá do Sul/SC. Já as pás eólicas foram fabricadas pela empresa Aeris, em Caucaia/CE.

Instalação do primeiro aerogerador projetado pela WEG – AGW 147 / 4.2

Desafios para a instalação das turbinas eólicas

Um dos desafios do projeto foi a logística, dadas as dimensões dos equipamentos e as distâncias percorridas. O gerador, o hub e a nacele, que somados pesam 201,3 toneladas, percorreram 300 km em viagem rodoviária, de Jaraguá do Sul/SC até Tubarão/SC. Já as pás das turbinas eólicas, que medem 72 metros e pesam 22,5 toneladas cada, foram transportadas de navio do Porto de Pecém, no Ceará, até o Porto de Imbituba/SC, de onde seguiram por 50km em uma carreta especial até Tubarão/SC. Em seus trajetos rodoviários, os equipamentos contaram com escoltas da Polícia Rodoviária Federal e apoio da CELESC para elevação da fiação elétrica ao longo do caminho.

Essa nova turbina eólica, com 4,2 MW de potência, foi instalada a 600 metros de outro aerogerador, de 2,1 MW, resultado da primeira etapa deste Projeto Estratégico de P&D, o qual foi primeiro protótipo construído pela WEG no Brasil. Ele entrou em operação em 2015, e a análise do seu desempenho contribuiu para o desenvolvimento deste novo aerogerador, mais adequado às condições de vento do Brasil. A energia elétrica gerada será futuramente fornecida ao Sistema Interligado Nacional (SIN), que faz a conexão entre as unidades de geração e os consumidores de energia elétrica.

As duas turbinas eólicas são conectadas mecanicamente uma de frente para a outra, atuando uma como gerador e o outra como motor, simulando o vento

“O desenvolvimento do aerogerador AGW 147/4.2 contou com times multidisciplinares de engenharia. A validação final dos componentes foi realizada na sede da WEG em Jaraguá do Sul através da bancada back-to-back. Em tal arranjo, dois aerogeradores são conectados mecanicamente um de frente para o outro, atuando como gerador e o outro como motor simulando o vento o que permite mais autonomia ao nosso processo de P&D. Vale enfatizar que esta estrutura de testes é a maior do tipo das Américas, estando apta a atender futuras plataformas de até 6 MW. Já o segundo aerogerador utilizado no arranjo será destinado ao mercado indiano, com instalação deste protótipo de 50 Hz prevista ainda em 2021”, conforme explica o Diretor Superintendente da WEG Energia, João Paulo Gualberto da Silva.

“O investimento da ENGIE neste projeto é superior a R$ 80 milhões e busca incentivar o mercado nacional para a energia eólica. O desenvolvimento de tecnologia brasileira pode trazer benefícios socioeconômicos para diversas regiões, aumentar a competitividade do país para o fornecimento destes equipamentos no exterior e pode vir a reduzir o custo da energia gerada, trazendo benefícios diretos para o consumidor”, relata o Diretor de Novos Negócios, Estratégia e Inovação da ENGIE Brasil Energia, Guilherme Ferrari.

Procurando emprego? Uma das maiores fabricantes de motores elétricos do mundo, está com muitas vagas de ensino médio e superior em várias regiões de Santa Catarina e Minas Gerais, confira!

A Weg esta com muitas vagas de emprego de ensino médio e superior. A empresa oferece aos funcionários, participação nos resultados, previdência privada, plano de saúde e odontológico, alimentação subsidiada, ambulatório interno, cartão farmácia, convênio com creches, biblioteca interna, associação recreativa, dentre outros..

Inscrição: Os interessados em concorrer às vagas de emprego e estágio abertas pela WEG, em Santa Catarina e Minas Gerais, devem cadastrar o currículo diretamente no site da empresa, neste link. Boa sorte a todos!

A maior plataforma FPSO do Brasil — fabricada pela Modec para Equinor, destinada ao pré-sal da Bacia de Santos, terá 140 motores elétricos da WEG

Cerca de 40 motores elétricos de média tensão, com potências chegando até 13.400 kW, mais 100 motores elétricos de baixa tensão e cinco inversores de frequência de média tensão (três destes com potência nominal de 11.723 kW) serão fornecidos pela multinacional WEG para equipar a maior plataforma de petróleo e gás do Brasil.

A WEG já está fabricando os equipamentos em sua fábrica localizada em Jaraguá do Sul (SC). Os motores elétricos e os inversores serão fornecidos através de clientes fabricantes de compressores e bombas da Europa e da Ásia, e atuarão no acionamento destes equipamentos no campo de Bacalhau, no pré-sal da Bacia de Santos.

O maior transformador produzido pela WEG deixou a fábrica de SC em abril, rumo ao Continente Africano

A gigante brasileira WEG construiu, em sua fábrica de Blumenau, em SC, o seu maior transformador. Os equipamentos, com peso de 348 toneladas cada, vão ser incorporados ao sistema elétrico de transmissão de energia no sul do Continente Africano, proporcionando confiabilidade no fornecimento de energia e contribuindo diretamente para o desenvolvimento da economia local.

A primeira unidade foi embarcada no início de abril deste ano e, a segunda, em maio, antecipadamente aos prazos contratuais acordados, cuja complexa logística de transporte até o destino final é estimada em 60 dias.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe