Visita a China faz governo assinar acordos de investimentos no setor de energia

China

Setor de energia brasileiro desperta interesse da China e o ministro das Minas e energia para fechar parcerias durante a visita ao país asiático

Sem dúvidas um dos setores que mais está aproveitando a visita à China da comitiva do presidente Jair Bolsonaro, é o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Veja aqui ! Projeto em energia solar criará empregos em MG !
Setores de mineração de urânio, geração nuclear, geração eólica, geração solar e distribuição de energia despertaram a atenção de muitos empresários chineses.

Em relação a mineração de urânio, o ministro que é um árduo defensor do programa nuclear brasileiro, espera que possa mudar a constituição para que empresas estrangeiras entrem e invistam no setor.
Segundo Bento Albuquerque, as reservas de urânio também têm outros minérios a serem explorados de maneia viável e as empresas que já estão instaladas nas minas terão ampla vantagem.

Acordos assinados

O presidente Jair Bolsonaro assinou, ontem (sexta-feira, 25/10),  com o presidente da China, Xi Jinping, oito acordos que foram além da área de energia renovável. Os setores de farelo de algodão e carne bovina processada também foram beneficiados.

O anúncio, por parte do governo brasileiro, de isenção de visto para os chineses que queiram entrar no Brasil, também foi bem recebido e contribuirá para o setor de turismo.
A última etapa da visita à China contou com uma reunião, organizada pela Federação das Indústrias de São Paulo, em que participaram vinte grandes empresários chineses visando possibilidades de negócios no Brasil.

O leilão da cessão onerosa também foi assunto entre os presidentes. De acordo com Bolsonaro, a China pode participar do próximo leilão. “As informações que eu tive são que a China tem interesse em participar. E é bom para todos nós” declarou.

Leia também ! Energia solar vai injetar R$ 950 milhões e gerar 4 mil vagas de emprego em Minas Gerais !

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Posted Under
Sem categoria