Usinas hidrelétricas brasileiras foram responsáveis por gerar 73% da energia consumida no país apesar de enfrentar a pior seca dos últimos 91 anos

Flavia Marinho
por
-
14-07-2021 07:26:19
em Energia Renovável
usina - hidrelétricas - energia - brasil - preço - conta - crise hídrica - nuclear usina hidrelétrica / Imagem Google

Apesar da crise hídrica que o Brasil enfrenta, nossas usinas hidrelétricas foram as responsáveis por suprir 73% da energia consumida no país

Os dados mais recentes sobre capacidade instalada e geração de energia divulgados pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), confirmam que apesar da crise hídrica que o Brasil enfrenta, as usinas hidrelétricas brasileiras são a fonte que mais geram energia no país. Neste primeiro semestre de 2021, mesmo enfrentando a pior seca dos últimos 91 anos, as fontes hidráulicas entregaram 72,6% de todos os MWh consumidos no Brasil.

Leia também

No período de 2019 a 2021, as hidros entregaram no pior ano, 71% e no melhor ano, 95,3% de todos os MWh consumidos no país. Todas as outras fontes somadas (térmicas a gás, a diesel, a óleo, carvão, biomassa, eólicas, solares e nucleares) entregaram um máximo de 29% dos MWh consumidos e um mínimo de 4,7%.

Os reservatórios das hidrelétricas têm sido sacrificados ao longo de mais de 20 anos, tendo entregado uma porcentagem dos MWh em media 29% superior à porcentagem que tem capacidade instalada.

Usina nuclear “segurou as pontas”

Exceto as nucleares, todas as outras fontes geram menos que sua porcentagem da capacidade instalada.

Segundo o presidente da ABRAPCH, Paulo Arbex, foram as fontes hidráulicas que viabilizaram a inserção das fontes intermitentes na matriz brasileira e são os reservatórios das hidrelétricas que tem coberto esta intermitência, a maioria dos distúrbios elétricos e diversos outros problemas do sistema interligado nacional.

“Foi a política energética equivocada do passado que, ao demonizar as hidrelétricas e os reservatórios ao longo de mais de 20 anos, nos trouxe a situação atual, e não os períodos de estiagem. O Brasil viveu mais de 50 anos com mais de 85% de sua energia suprida por hidrelétricas sem nenhum problema. A Noruega, um dos maiores produtores de petróleo do mundo, tem 94% de sua energia elétrica fornecida por hidrelétricas, também sem nenhum problema. O problema é muito mais de falta de caixa d’água que de falta d’água. Só vai ser resolvido a contento, com a retomada da construção de reservatórios e de mais hidrelétricas. Felizmente, o atual comando do setor elétrico brasileiro e a legislatura atual estão cientes do problema e estão se empenhando para tomar as medidas necessárias para corrigi-lo”, informa Arbex.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe