Unidades da Saipem estão sob investigação no Brasil por irregularidades em contratos Petrobras

Saipem Petrobras contrato justiça autoridades

A Saipem disse à justiça brasileira que está confiante de que não houve nenhum delito na adjudicação destes contratos

O grupo italiano de serviços petrolíferos Saipem disse que as autoridades brasileiras abriram processos em alegadas irregularidades por dois dos seus negócios na adjudicação de um contrato em 2011.

A Saipem, que é controlada pela petrolífera Eni e pela italiana Cassa Depositi e Prestiti, disse que suas subsidiárias francesas e brasileiras foram notificadas na quinta-feira de que as autoridades haviam iniciado processos administrativos.
O caso gira em torno de um contrato de 56 milhões de euros (US $ 62 milhões) concedido pela Petrobras para a instalação de um gasoduto submarino conectando os campos de Lula e Cernambi, em Santos, no sul do Brasil.
A Saipem disse estar confiante de que não houve nenhum delito na adjudicação do contrato e disse que suas unidades cooperariam no processo. ($ 1 = 0,8981 euros). Reuters

Paulo Nogueira

About Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, com experiência no setor O&G em empresas nacionais e internacionais.