Toyota muda de ideia, se rende ao mercado de carros elétricos e anuncia a construção de uma nova fábrica de baterias

Valdemar Medeiros
por
-
20-10-2021 12:11:54
em Automotivo
Toyota - baterias - carros elétricos - fábrica -EUA Toyota reserva mais de US$ 13 bi para desenvolver baterias para carros elétricos – créditos: Bloomberg/Divulgação

As montadoras globais e empresas de tecnologia estão acelerando o ritmo quando se trata de construir fábricas e se preparar para o que muitos acreditam ser uma transição rápida de motores de combustão para carros elétricos.  

Na segunda-feira, Toyota, Stellantis, Foxconn, Ford e Volvo fizeram anúncios sobre componentes de veículos elétricos ou planos para levantar capital para financiar a transição. Os movimentos antecedem os planos anteriores da Ford e General Motors, para construir cinco fábricas de baterias nos Estados Unidos, em antecipação à mudança para carros elétricos.  

Leia também

Mercado de carros elétricos cresce ao redor do mundo e Toyota investe em nova fábrica

Atualmente, apenas 4,8% dos cerca de 80 milhões de veículos novos vendidos globalmente funcionam exclusivamente com eletricidade, de acordo com a LMC Automotive. Mas a consultoria Alix Partners prevê que isso aumentará para 11% em 2025 e 24% em 2030. Se forem incluídos os híbridos plug-in gás-elétrico, que podem viajar curtas distâncias apenas com eletricidade, esse número sobe para 28% em 10 anos.  

Simultaneamente, a Alix Partners prevê que as vendas globais de veículos movidos a gasolina e diesel cairão dos atuais 89% para cerca de 39% até 2030. Os híbridos gás-elétricos, que funcionam com gasolina e eletricidade ao mesmo tempo, aumentam de 7% atualmente para 33% em 2030.  

“Todos nós estamos tentando determinar como os clientes aceitarão os veículos elétricos”, disse Chris Reynolds, diretor administrativo da Toyota na América do Norte, em uma entrevista à The Associated Press. “Não sabemos ao certo, mas temos que estar prontos.”

Nova fábrica da Toyota  

A Toyota disse que planeja construir uma nova fábrica de US $ 1,29 bilhão nos Estados Unidos para fabricar baterias para veículos híbridos e totalmente elétricos. O local não foi anunciado, mas a empresa disse que eventualmente empregará 1.750 pessoas e começará a fabricar baterias em 2025, expandindo gradualmente até 2031.  

A fábrica faz parte dos US $ 3,4 bilhões que a Toyota planeja gastar nos Estados Unidos, em baterias automotivas durante a próxima década. Ele não detalhou onde os US $ 2,1 bilhões restantes seriam gastos, mas parte disso provavelmente irá para outra fábrica de baterias.  

Stellantis e LG Energy Solution destacaram na segunda-feira, que planejam construir uma fábrica de baterias para ajudar a montadora a obter 40% de suas vendas nos EUA, de veículos que funcionam, pelo menos parcialmente, com eletricidade até 2030. As montadoras não revelaram onde a planta será construída.

Também na segunda-feira, a empresa taiwanesa que fabrica smartphones para a Apple e outros, Foxconn Technology, destacou que iria produzir carros elétricos e ônibus para marcas automotivas na China, América do Norte, Europa e outros mercados.

Montadoras começam a seguir o modelo de negócios da Tesla e Ford  

As mudanças começaram a surgir logo após a Ford e a General Motors anunciarem, recentemente, grandes investimentos em fábricas de baterias nos Estados Unidos.

A GM planeja construir fábricas de baterias em Ohio e Tennessee, enquanto a Ford tem planos para fábricas em Tennessee e Kentucky. A Toyota formará uma nova empresa para administrar sua nova fábrica de baterias de carros elétricos nos Estados Unidos com a Toyota Tsusho, uma subsidiária que agora fabrica uma série de peças para a montadora.  

A empresa também ajudará a Toyota a expandir sua cadeia de suprimentos nos Estados Unidos, bem como aumentar seu conhecimento sobre baterias automotivas de íon-lítio.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe