TecnoSpeed do ramo de TI em Maringá abre diversas vagas em cursos gratuitos para programadores

Valdemar Medeiros
por
-
15-04-2021 16:11:58
em Cursos
Tecnospeed- CURSOS GRATUITOS - MARINGÁ - TI -programadores Alunos de TI em Maringá – Fonte: TecnoSpeed

TecnoSpeed, empresa do ramo de TI em Maringá, está com vagas para cursos gratuitos, como uma forma de impulsionar a capacitação de programadores

A TecnoSpeed, empresa no ramo de TI tendo em vista a necessidade e a dificuldade que as Software Houses tem em capacitar seus colaboradores no atual momento, decidiu disponibilizar alguns cursos gratuitos de capacitação em desenvolvimento de software para programadores em Maringá.

Leia outras noticias

Os três cursos gratuitos em Maringá, disponibilizados pela empresa de TI, são “ERP para Programadores”, “Tributação para Programadores” e “Programa Software House de Sucesso”, que anteriormente, custavam respectivamente R$499, R$749 e R$2997.

“Disponibilizar esses cursos gratuitos em Maringá é também uma forma de impulsionar a capacitação em desenvolvimento de software para uma possível contratação na empresa”, segundo Erike Almeida, CEO da TecnoSpeed.

Segundo ele, a empresa de TI, irá disponibilizar uma área para cadastro de currículos para programadores, não só para a TecnoSpeed, mas também para seus clientes, que também são empresas de programadores.

Os cursos gratuitos em Maringá serão disponibilizados na plataforma da TecnoSpeed. Se cadastrando no Hub da empresa você irá ter acesso a todos os cursos gratuitos

Vagas de cursos gratuitos EAD disponíveis na empresa de TI em Maringá

Além dos cursos para programadores, a TecnoSpeed está disponibilizando 13 vagas para atuação em modelo Home Office na cidade de Maringá. Algumas das vagas são para:

  • Analista de BI;
  • Analista de Marketing Digital;
  • Analista de Testes de Software;
  • Desenvolvedor Delphi;
  • Desenvolvedor Front-End (Vue.JS);
  • Desenvolvedor Node.JS;
  • Gerente de Inovação e Novos Negócios;
  • Gerente de Negócios Fintech;
  • Product Owner;
  • Scrum Master.

Para obter mais informações sobre as vagas dos cursos gratuitos ofertadas pela empresa de atuação disponíveis, acesse clique aqui

Faltam profissionais de TI no mercado brasileiro

O profissional de Tecnologia da Informação (TI) é cada vez mais requisitado no mercado de trabalho brasileiro. De acordo com informações da Brasscom, Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais, o Brasil forma 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, porém, estima-se que, de 2019 até 2024, a demanda por profissionais será de 420 mil. Se não houver mudanças, haverá um déficit de 260 mil profissionais.

“O mercado de tecnologia da informação sempre esteve muito aquecido, mas, com a pandemia, houve um aumento ainda mais significativo de atividades no formato Home Office, tornando o profissional de tecnologia imprescindível para realizar toda a estrutura da computação em nuvem e fazer demais redes e sistemas funcionarem perfeitamente em qualquer lugar, além dos dados, Engenharia de Software, informática, hardwares e softwares. Cada vez mais o mercado se dá conta de quão alto é o déficit de profissionais de TI, pela falta de profissionais bem qualificados a contratar”, comenta prof. Zanini. 

Conquistas da TecnoSpeed

A empresa foi eleita recentemente a 9a melhor empresa de TI para se trabalhar no Brasil, e a 5a melhor média empresa para se trabalhar no estado do Paraná. E não parando por ai, a empresa em TI venceu o Prêmio Lugares Incríveis para Trabalhar nas categorias “CEO Mais Incrível” e “Lugar Mais Incrível Para Trabalhar” entre as empresas de pequeno porte.

De acordo com o CEO, essas conquistas foram adquiridas através de confiança, proatividade, colaboração e conhecimento. Segundo ele a partir do momento em que os funcionários depositam confiança na empresa, a empresa também tem que lhes fazer o mesmo, garantindo autonomia para que eles tomem decisões. Essa rapidez torna a nossa empresa mais ágil.

Outro ponto forte a empresa de TI é a aquisição de conhecimento. Os funcionários dedicam 26 horas anuais ao treinamento e desenvolvimento, e a média nacional é de 15 horas. Por meio do programa Aspira, que atualmente conta com 25 alunos, a empresa capacita, também, jovens alunos de escolas públicas. 

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.