Segundo IBGE, Indústria do Petróleo paga sete vezes mais que a média

IBGE divulga pesquisa
 

Pesquisa Industrial Anual divulgada na última quinta-feira (06/06), aponta Indústria do Petróleo como líder dos setores que tem o melhor salário seguida pela área de mineração

Pesquisa do IBGE aponta o setor de extração de Petróleo como o que teve os melhores salários em 2017. O setor pagou sete vezes mais do que a média dos salários pagos em outras atividades industriais.
Pesquisa Industrial Anual mostrou ainda o recuo dos salários médios da indústria de 12,8% em uma década, mas indicou também que o rendimento dos trabalhadores do setor de petróleo e gás subiu 76,1%.

Em relação a media salarial dos setores, as empresas de Petróleo e Gás pagaram salários médios equivalentes a 21,3 salários mínimos, enquanto que o restante da indústria pagava uma média de 3,2 salários mínimos.
A Pesquisa apontou em segundo lugar a indústria de extração de minerais, com média de 9,6 salários mínimos em 2017 e em terceiro, a de fabricação de coque, de produtos derivados de petróleo e biocombustíveis, com 8,8 salários mínimos.

Ao divulgar a pesquisa o IBGE ressaltou a importância da indústria de Óleo e Gás no cenário nacional, visto que representa 5,4% do faturamento da indústria brasileira.
Na pesquisa foi comparado o resultado de 2017 com o de 2008 e a indústria de Petróleo foi a única com crescimento de vagas, algo em torno de 44%.

A indústria de extração, porém, emprega um número pequeno de trabalhadores, em 2017 eram 192.031 trabalhadores, se comparados as indústrias de transformação que empregam 7,5 milhões de pessoas.
Na indústria de transformação, o maior número de empregos vem da fabricação de alimentos (23,3%), seguidos pela de confecção de artigos de vestuário e calçados (8,2%).

Crescimento do setor de Petróleo

O crescimento de 44% do emprego no setor de Petróleo e gás, é proporcional ao crescimento da produção nacional, entre 2008 e 2017, que foi de 1,8 milhão de barris por dia para 2,6 milhões de barris por dia devido a descoberta dos campos gigantes do pré-sal.

Estima-se um crescimento ainda maior do setor de Óleo e Gás, visto que após três anos sem ofertas de áreas, já temos 3 leilões de Petróleo previstos para 2019 e a ideia da ANP é realizar pelo menos 3 por ano, o que atrairá bastante investimento estrangeiro para o setor.

Veja também ! Encontro em Macaé sobre a indústria de Óleo e Gás aponta geração de 700 mil empregos nos próximos 7 anos !


Baixem também o aplicativo  Empregos e Noticiais CPG para Android na Playstore clicando aqui. Nele postamos informações e oportunidades exclusivas todos os dias.

Gostaria de compartilhar uma foto conosco da sua área de trabalho, vagas de empregos ( com as fontes), sugestões de pautas ou alguma outra informação importante do ramo de energia e empregabilidade? Entre em contato com a gente no Messenger aqui.

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships