Após privatização da Petrobras entrar no radar do Governo Federal, ações da estatal sobem na bolsa de valores

privatização da Petrobras

Governo acena positivamente para a privatização da Petrobras por meio de venda de ações. Golden Share seria mantido.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (25/10)  que a privatização da Petrobras por venda de ações entra no radar de ações do governo, embora considere o projeto de difícil implementação.

VIDEO- Bolsonaro fala sobre possível privatização da Petrobras e seus desafios

De acordo com informações divulgadas pela CNN Brasil, o governo estuda uma forma de modificar o sistema de ações da empresa e, de quebra, privatizá-la, por meio da venda de ações. 

Ainda de acordo com a mesma reportagem, o governo pretende manter o chamado Golden Share, sendo a posição de poder de  ser o maior acionista da petroleira.

Além disso, existe um consenso entre a equipe econômica e a cúpula do congresso sobre a viabilidade de fazer essa privatização por meio de projeto de lei, que libere a venda de ações.

O plano  seria criar uma situação societária em que nenhum outro acionista poderia possuir mais ações da empresa do que a União.

A notícia fez com que a Bolsa de Valores de São Paulo, que vinha de uma série de quedas por causa das discussões sobre o teto de gastos por conta do reajuste do novo programa social do Governo, o Auxílio Brasil, subisse.

O governo e o BNDES, agora, possuem 36,75% dos papéis da Petrobras, contando as ações ordinárias e preferenciais. Em ações ordinárias, o  governo mantém o controle da Petrobras com 50,5% das ações.

Entenda a privatização da Petrobras por meio da venda de ações

De acordo com o que foi apurado pela CNN Brasil, o governo deseja derrubar o sistema de ações ordinárias e preferenciais, onde as ações ordinárias dão direito a voto no conselho de investidores e as ações preferenciais têm preferência no recebimento de dividendos da empresa.

Acordo com a equipe do governo, apenas isso já faria com que as ações aumentassem de preço e valorizasse a empresa.

 O próximo passo seria um projeto de lei, que permitisse ao governo manter apenas o indispensável para ter poder de veto e escolher o presidente da Petrobras, vendendo o restante das ações no mercado. A ideia inicialmente proposta é a de que o governo manteria apenas 10% das ações da Petrobras, e começaria a sua venda de ações ao mercado pelas ações em posse do BNDES e BNDESPAR

A reação do mercado

O mercado recebeu essas notícias de forma extremamente positiva. As ações preferenciais da Petrobras fecharam em alta de 6,84% e as ordinárias 6,13% 

Levados por este otimismo, o pregão da bolsa de valores de São Paulo teve valorização de 2,28%, fechando nos 108.714 pontos.

Publicidade




Tags:
Jordan Florio de Oliveira
Especialista em marketing de conteúdo multidisciplinar. Minha missão e comunicar de forma inteligente e interessante, simplificando o complicando e sempre em busca da verdade.