Porto do Açu – Açú Petróleo fecha contrato com a Petrobras para exportar 240 milhões de barris de petróleo em dois anos

Petrobras – Porto do Açu – petróleo Porto do Açu em São João da Barra, RJ/ Fonte: SOPESP

Açu Petróleo assinou contrato com a Petrobras que vai mais do que dobrar o volume de óleo exportado pela petroleira no terminal do Porto do Açu

A Petrobras fechou contrato com a Açu Petróleo para aumentar em 140% a exportação de petróleo no Porto do Açu, em São João da Barra, estado do Rio de Janeiro. Açu Petróleo, parceria formada entre a multinacional alemã Oiltanking com a Prumo Logística, informou que a Petrobras passará a escoar cerca de 240 milhões de barris da commodity (aproximadamente 300 mil diariamente) pelo complexo portuário do Açu em até dois anos. Veja também: Espírito Santo perde Porto offshore de Itaipava e instalação será transferida para o Porto do Açu

Escoamento de petróleo da Petrobras pelo Porto do Açu

Para suprir a demanda das exportações de petróleo, a empresa Açu Petróleo ainda prevê a construção de um Parque de Tancagem e conexão dutoviária à malha já existente no local. Esta é a segunda vez que a Petrobras pede para ampliar o volume exportado de petróleo pelo Porto do Açu, motivada pela crescente produção de petróleo e para atender a demanda do mercado externo.

Até então, o contrato entre a direção do Porto do Açu e a Petrobras previa a exportação de 100 milhões de barris de petróleo. Porém, durante a pandemia, em abril de 2020, a estatal bateu recorde de movimentação e informou à Açu Petróleo, que foi responsável pelo escoamento de cerca de 19% do volume total.

Victor Snabaitis Bomfim, CEO da Açu Petróleo, disse que este novo contrato entre a empresa e a Petrobras assegura a demanda de exportação de petróleo. Ele ainda ressalta que a companhia é a principal solução estruturada para movimentação de petróleo do país, com terminal privado e o diferencial do transbordo abrigado. O CEO da Açu Petróleo ainda diz que a renovação de contrato demonstra confiança do mercado nas operações da empresa.

Porto do Açu foi reconhecido pela Antaq

A Açu Petróleo foi reconhecida recentemente pela Antaq – Agencia Nacional de Transporte Aquaviário, através do Anuário Estatístico de 2020, como o Terminal de graneis líquidos que mais cresceu em movimentação. Somente no ano passado, foram movimentadas 29,6 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 53,2% em relação ao ano de 2019.

A empresa, que é responsável por 25% da exportação de petróleo produzido no Brasil, já atende a todas as operadoras (como a Petrobras) que atuam no país e tem cada vez mais apresentado um crescimento contínuo e estável em seus contratos. Desde o ano de 2016, a Açu Petróleo realizou mais de 270 operações de transbordo de petróleo, o que representa cerca de 260 milhões de barris movimentados.

Veja ainda: Petrobras realiza venda de campo de petróleo onshore em Alagoas

A Petrobras, assinou no dia 10/05, um acordo para realizar a venda de sua participação no campo terrestre de Rabo Branco, localizado na Bacia de Sergipe-Alagoas, no estado de Sergipe, para a Petrom. O valor do campo onshore foi de US$ 1,5 milhão e, a partir de agora, a empresa compradora irá obter todos os direitos sobre o campo terrestre de Rabo Branco.

O campo de petróleo onshore de Rabo Branco faz parte da concessão BT-SEAL-13, localizada ao sul do campo de Carmópolis, na Bacia de Sergipe-Alagoas, no estado de Sergipe. A produção média do campo onshore, no ano passado, foi de 131 bpd. A Petrobras possui 50% de participação, em parceria com a Petrom.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos