Petrobras vende 7 campos no Rio Grande do Norte para 3R Petroleum

Petrobras

Campos de produção são terrestres e marítimos e a Petrobras vai arrecadar US$ 191 milhões. Petroleira também vai vender suas participações em 11 campos na bacia de Campos

A Petrobras informou nesta sexta-feira (09/08) que vendeu por US$ 191,1 milhões, aproximadamente 753 milhões, 7 campos no RN para 3R Petroleum.
Os campos de produção são terrestres e marítimos e são chamados de Polo Macau, na Bacia do Rio Grande do Norte e que é composto pelos campos de Aratum, Macau, Serra, Salina Cristal, Lagoa Aroeira, Porto Carão e Sanhaçu.

Os campos do Polo Macau produzem cerca de 5,8 mil barris de óleo equivalente por dia e pertencem em sua totalidade à Petrobras, exceto o campo de Sanhaçu, do qual detém 50% de participação, enquanto os 50% pertencem à Petrogal, controlada pela portuguesa Galp.

Segundo informações da Petrobras a 3R Petroleum pagará duas parcelas, sendo uma de US$ 48 milhões na assinatura do contrato e outra de US$ 143,1 milhões no fechamento da transação.
O negócio ainda vai passar pela aprovação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A compradora

A 3R Petroleum é uma empresa brasileira que atua no redesenvolvimento de campos maduros terrestres, e tem o suporte financeiro dos fundos da Starboard, gestora de investimentos alternativos que foi assessorada pela CMA (Campos Melo Advogados), escritório que negociou com a Petrobras a estruturação da dívida e o equity do projeto polo Macau.
A venda dos campos no Rio Grande do Norte faz parte do plano de desinvestimentos da Petrobras que agora focará em sua atividade mestra que é a exploração e produção de petróleo e gás em águas profundas.

A Petrobras também anunciou o início de um processo de venda de suas participações em 11 campos de produção em águas rasas na Bacia de Campos.
Os campos são chamados de Polo Garoupa que envolve os ativos de Anequim, Bagre, Cherne, Congro, Corvina, Malhado, Namorado, Parati, Garoupa, Garoupinha e Viola.

Todos os campos pertencem em 100% à Petrobras e a produção média dos poços, nos últimos 12 meses, foi de aproximadamente 19,6 mil boe/dia.
O processo de venda inclui também as instalações de produção e de escoamento até Barra do Furado.

Leia também ! Dinheiro do pré-sal será usado para diminuir rombo do governo federal

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)