Início Petrobras põe à venda INTEGRAL as refinarias REPAR, RNEST, RLAM, SIX, REGAP, REFAP, REMAN e LUBNOR, bem como ativos logísticos integrados a essas unidades, que representam 50% da capacidade do refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris/dia de petróleo!

Petrobras põe à venda INTEGRAL as refinarias REPAR, RNEST, RLAM, SIX, REGAP, REFAP, REMAN e LUBNOR, bem como ativos logísticos integrados a essas unidades, que representam 50% da capacidade do refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris/dia de petróleo!

12 de julho de 2022 às 14:32
Compartilhe
Siga-nos no Google News
refinaria - petrobras - ativos - venda
REFINARIA PETROBRAS – Imagem MundoPequeno

Petrobras informa que a venda dessas oito refinarias e dos ativos logísticos estão sendo conduzidos de acordo com o Decreto 9.188/2017

A Petrobras, em continuidade aos comunicados divulgados em 08/02/2021, 25/08/2021 e 01/10/2021, informa que reiniciou os processos de venda da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco, da Presidente Getúlio Vargas (REPAR), no Paraná, e Alberto Pasqualini (REFAP), no Rio Grande do Sul, bem como os ativos logísticos integrados a essas unidades.

De acordo com a petroleira, os teasers, que contêm as principais informações sobre os ativos e os critérios de elegibilidade para a seleção de potenciais participantes, estão disponíveis no website da estatal, NESTE LINK.

Artigos recomendados

As principais etapas subsequentes dos processos de venda dessas três unidades serão informadas oportunamente ao mercado.

O plano de desinvestimento em refino da petroleira brasileira representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado, e considera a venda integral dos seguintes ativos: Refinaria Abreu e Lima (RNEST), Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), Landulpho Alves (RLAM), Gabriel Passos (REGAP), Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), Alberto Pasqualini (REFAP), Isaac Sabbá (REMAN) e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR), bem como os ativos logísticos integrados a essas unidades.

A gigante do petróleo brasileiro informa que a venda dessas oito unidades está sendo conduzida de acordo com o Decreto 9.188/2017 e a Sistemática de Desinvestimentos da estatal, por meio de processos competitivos independentes, os quais se encontram em diferentes estágios, conforme amplamente divulgados pela companhia.

A Petrobras concluiu a venda da RLAM em 30/11/2021, e as refinarias REMAN, LUBNOR e SIX já tiveram seus contratos de compra e venda celebrados e aguardam o cumprimento das condições precedentes, dentre elas a obtenção de aprovações regulatórias, para serem concluídas. Já a REGAP está em fase vinculante.

Os desinvestimentos em refino estão alinhados à estratégia de gestão de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor e maior retorno à sociedade.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes