Petrobras perde meta de produção para 2018

Petrobras perde meta de produção para 2018
 

A produção doméstica foi afetada por atrasos de FPSO e desinvestimentos

A gigante petrolífera brasileira Petrobras registrou uma queda de 5,5% na produção doméstica de petróleo em 2018 e não atingiu a meta proposta, afetada por atrasos no início de algumas unidades de produção na província do pré-sal e pela venda de ativos. A Petrobras encerrou 2018 com uma produção média de 2,034 milhões de barris diários de petróleo no Brasil, o menor nível desde 2014 – abaixo dos 2,153 milhões de bpd em 2017. A companhia espera encerrar o ano com uma produção de 2,1 milhões de bpd.

A produção de gás natural no país caiu 1,6% em 2018, para 78,3 milhões de metros cúbicos por dia, enquanto a produção total de hidrocarbonetos no Brasil e no exterior caiu 5%, para 2,627 milhões de barris de óleo equivalente por dia.

Apesar de quatro grandes navios flutuantes de produção, armazenamento e descarregamento terem entrado em operação para a Petrobras em 2018, o primeiro óleo de três outros FPSOs – P-67, P-68 e P-76 acabou ficando para 2019.

A Petrobras não definiu uma meta nacional de produção de petróleo para 2019, mas disse que espera que a produção total de hidrocarbonetos aumente para 2,8 milhões de boept este ano.

Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior