Obras na pista do Aeroporto de Macaé estão liberadas

helicóptero macaé offshore avião comercial

Voos comerciais de todo o Brasil serão liberados na cidade para atender a demanda de pessoas no setor óleo em Macaé

O que não fizeram na cidade de Macaé no últimos 40 anos de Bacia de Campos, agora as autoridades estão correndo atrás para otimizar as receitas do município e melhorar a questão de logística de pessoas. O Ministério dos Transportes emitiu um comunicado à Infraero( 24 de abril) garantindo a liberação das obras na pista do preparação e adequações para que seja possível vôos comerciais na cidade, que nos dias de hoje, é usada apenas para atender o mercado offshore de empresa que atuam na Bacia de Campos e Santos.

A empresa que venceu a licitação para concluir estas obras é de Minas Gerais, se reuniram no último dia 27( sexta) com a equipe e a superintendencia da Infraero para discutir termos técnicos e burocratísticos da obras, que já devem sofrer intervenções a partir de junho. Neste momento, à ANAC((Agência Nacional da Aviação Civil) está trabalhando na parte de adequação e organização dos vôos, consequentemente, na autorização, planejamento e liberação que segundo às estimativas da agencia, serão emitidas em cerca de 30 dias.

O valor das obras ficaram em 24 milhões de reais e subirá o nível de classificação da pista para que sejam permitidos aeronaves de grande porte comerciais, que não conflitará com os helicópteros que fazem a logística de pessoal para as plataformas de petróleo. O projeto prevê ainda o alargamento dos acostamentos, a implantação de lâmpadas led na sinalização de balizamento, a implantação da sinalização vertical e a pintura total da pista. A previsão é que as obras sejam concluídas dentro de um período de um ano.

Estas obras resolverão problemas em Macaé que à anos atormentam pessoas que trabalham por aqui, já que muitas delas são de várias regiões do Brasil e até mesmo do exterior. Muitos tem que se deslocarem de aeroportos que ficam longe da cidade, pegar ônibus ou outros transportes terrestres até chegar ao município, que é suma é voltada ao setor offshore. Vôos comercias domésticos de grande porte agora melhorarão e otimizarão custos para empresas e pessoas, além de valorizar a consolidar Macaé como referência nestes tipos de serviços. “Foi necessário enfrentar a face da crise para mostrar setor defeituosos, antes acomodados pela fartura do petróleo”, diz Paulo Nogueira, redator do site Click Petróleo e Gás.

Últimas notícias

  1. Brasil Offshore 2019 confirmado em Macaé
  2. Cozinheiros marítimos para atuar  na cidade
  3. Técnicos são convocados para obras de manutenção em usinas.

Quer trabalhar em grandes empresas multinacionais em 2019?

Fazer Curso de Inglês - Se você já é profissional do setor, com curso técnico ou superior, você deve fazer o Curso de Inglês para Iniciantes Clicando aqui. Muitas multinacionais enfrentam o problema de não terem profissionais que não dominam esta idioma, obrigado as a contratarem de outros países e desvalorizando a mão de obra nacional.

Trabalhar Embarcado sem Técnico ou Superior- Se você não tem qualificação alguma mas sonha em trabalhar na Marinha Mercante, é totalmente possível adquirindo o Método 4 Passos Para Trabalhar Embarcado Acessando o Curso Aqui.
The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior