O Brasil vai sediar o maior evento do mercado de fertilizantes da América Latina, da Abisolo: Serão apresentadas novas tecnologias e oportunidades de negócios, para dependermos cada vez menos de outros países

O Brasil vai sediar o maior evento do mercado de fertilizantes da América Latina: Serão apresentadas novas tecnologias oportunidades de negócios para dependermos cada vez menos de outros países - Fonte: Canvas O Brasil vai sediar o maior evento do mercado de fertilizantes da América Latina: Serão apresentadas novas tecnologias oportunidades de negócios para dependermos cada vez menos de outros países – Fonte: Canvas




A Abisolo está em sua nona edição e já tem data para acontecer, prevista para estar em Campinas entre os dias 01 e 02 de junho. O evento programado pela instituição tem interesse em abordar mais sobre o uso de fertilizantes no Brasil e desenvolvimento agrário. Por isso, é previsto que grandes empresas compareçam para expor ideias e compartilhar estratégias. 

A Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal (Abisolo) teve a sua fundação durante o ano de 2003 e o seu objetivo principalmente era de defender o interesse em marcas e empresas produtoras que tinham como foco a produção de insumos em qualidade para o solo, ou seja, os fertilizantes. Hoje em dia, o Brasil tem que importar uma grande parte dos seus nutrientes de solo pela Rússia devido a escassez do mercado interno.  Elaborar estratégias para diminuir essa dependência é essencial.

 Atualmente, a entidade conta com participação de 120 grandes marcas que estão relacionadas à indústria de orgânicos, biofertilizantes e substratos de plantas. Os debates do evento, que está previsto para acontecer pela instituição, irão associar os interesses em comum destes grupos. 

Artigos recomendados

Indústria brasileira acredita que pode suprir a demanda de fertilizantes no país depois dos cortes de negociações com os russos, veja vídeo 

De acordo com um vídeo que foi compartilhado pelo portal da Jovem Pan, a indústria brasileira acredita que irá conseguir suprir a demanda de fertilizantes em nosso país depois que houve o estouro dos conflitos entre a Rússia e a Ucrânia. 

Encontro da Abisolo, que vai ser sediado no Brasil, deverá contar com a participação de ao menos 120 empresas do mercado brasileiro

Segundo a instituição que está organizando o evento na cidade de Campinas, no estado de São Paulo, atualmente governado por João Dória, é estimado que mais de 120 empresas estejam participando do evento a fim de discutir ideias e criar network. O evento vai acontecer em parceria com os Ministérios e Secretarias, Órgãos de Controle e Fiscalização Ambiental, Instituições de Pesquisa, Receitas Estadual e Federal.

O intuito do encontro é discutir um pouco mais sobre a competitividade econômica, variação de mercado, público alvo, produtividade, PIB (Produto Interno Bruto) e demais assuntos relacionados. É importante salientar que o evento estava há mais de dois anos sem acontecer por causa da pandemia da Covid-19. 

O palco de realização do evento está previsto para ser o Expo Dom Pedro, que é o mesmo que já recebeu  as últimas edições anteriores. As temáticas também estarão interrelacionadas com profissionais de nutrição e tecnologia. Profissionais de recursos humanos também poderão fazer parte a fim de analisar a feira do evento. 

Em suma, toda a organização do evento foi pensado com antecipação a fim de rever a produtividade inteligente das marcas brasileiras a fim de gastar menos e ter mais. Tudo isso é possível através de uma junção de engenharia com agricultura e tecnologia. 

Quem vai estar no encontro?  Nomes já foram liberados 

O primeiro dia vai contar com a abertura do encontro formado por Clorialdo Roberto Levrero, presidente do Conselho Deliberativo da Abisolo. Em sequência, está sendo previsto que outros apresentadores entram em palco para falar sobre a bioatividade e melhoria da qualidade de vida. Os impactos da evolução genética na agricultura também são temas focos.

 A mão de obra qualificada é um dos assuntos que deverão ser abordados no segundo dia do evento, assim como temas voltados para ciências agrárias.  Os debates do evento deverão ser ministrados por jornalistas e profissionais como Willian Waack. Portanto, muita coisa está por vir!

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Daiane Souza
Em formação em jornalismo pela Uniasselvi. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).