Nova usina de biomassa será construída no estado do Rio Grande do Sul. Cerca de 100 novos empregos serão abertos e R$ 50 milhões investidos

Usina – biomassa – Rio Grande do Sul – empregos Exemplo de uma usina de biomassa/ Fonte: VEJA

A usina de biomassa será construída em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. A expectativa é de que novos empregos sejam gerados com o empreendimento

A Enerbio Energia e Meio Ambiente recebeu na última terça-feira (15/06) a autorização da Câmara de Vereadores de Uruguaiana, com a aprovação do projeto de lei de autoria Executiva que trata da concessão de área de 7,85 hectares para a instalação de uma Usina de Biomassa no município no estado do Rio Grande do Sul. A estimativa é de que sejam investidos no município R$ 50 milhões para a instalação da planta e 100 novos empregos sejam gerados. Veja ainda: Nova usina termelétrica, que utilizará casca de arroz como combustível para gerar energia, será construída no estado do Rio Grande do Sul

O projeto do empreendimento de biomassa no Rio Grande do Sul

De acordo com o projeto, a usina de biomassa irá produzir energia limpa e renovável a partir da casca de arroz, estimando produção mensal de 8 MW de energia, o que é capaz de atender uma cidade com 100 mil habitantes.

Conforme dados da Secretaria da Fazenda, dos R$ 50 milhões destinados à implantação, cerca de R$ 3 milhões ficarão com o município. A projeção é de que Uruguaiana arrecade, anualmente, R$ 9 milhões em Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) a partir do momento em que a usina iniciar as atividades. O local da concessão fica na localidade de Charqueada, subúrbio próximo 10 quilômetros da cidade. O processo de instalação na cidade do Rio Grande do Sul tem previsão entre 18 e 24 meses.

Veja ainda: Usina de biomassa do MS conclui testes, entra em operação e promete gerar muitas vagas de empregos

A usina de biomassa no Mato Grosso do Sul começou a operar oficialmente e irá gerar diversas vagas de empregos. As obras da usina já haviam sido concluídas, porém ainda faltavam os últimos testes da caldeira, turbina e produção ininterrupta de energia para que a Usina do MS pudesse ser cadastrada como concluída no Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

A usina de biomassa do MS é movida a tocos e raízes de eucalipto e foi batizada de Onça Pintada. Ela funciona dentro do complexo da fábrica de celulose da Eldorado Brasil, em Três Lagoas. Os testes da usina de biomassa duraram quatro dias, período durante o qual ela precisou operar ininterruptamente para comprovar que havia concluído as etapas necessárias para entrar em operação.

A usina do MS utiliza do vapor produzido pela combustão dos materiais orgânicos, que são os tocos e raízes de eucalipto não aproveitados. Esse vapor rotacional vem de uma turbina conectada a um gerador que produz eletricidade. Sendo assim, é possível que a usina de biomassa aproveite todo o cultivo do eucalipto. A energia gerada pela usina de biomassa também será comercializada para a Aneel.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos