Início Nexa Resources dá início à fase de ramp up do projeto de mineração Aripuanã no estado de Mato Grosso

Nexa Resources dá início à fase de ramp up do projeto de mineração Aripuanã no estado de Mato Grosso

7 de julho de 2022 às 10:00
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Um dos empreendimentos mais sustentáveis no ramo mineral em todo o Brasil, o projeto de mineração Aripuanã agora começa a sua fase de ramp up e a Nexa Resources reforçou seu compromisso em expandir a capacidade de produção de zinco no Mato Grosso.
Fonte: O Nortão

Um dos empreendimentos mais sustentáveis no ramo mineral em todo o Brasil, o projeto de mineração Aripuanã agora começa a sua fase de ramp up e a Nexa Resources reforçou seu compromisso em expandir a capacidade de produção de zinco no Mato Grosso.

A mineradora Nexa Resources anunciou na última terça-feira, (05/07), que deu início à fase de ramp up, ou seja, o início da produção de uma indústria, no seu projeto de mineração Aripuanã, localizado no estado de Mato Grosso. Esse é um dos maiores empreendimentos de mineração de zinco no país e conta com um grande foco na adoção de práticas mais sustentáveis para a produção do material. 

Projeto de mineração Aripuanã começa sua fase de ramp up a todo vapor e Nexa Resources foca seus esforços na expansão da produção 

A Nexa Resources divulgou o início da fase de ramp up na sua planta de mineração Aripuanã no estado de Mato Grosso e pretende utilizar seus investimentos para expandir a capacidade produtiva do empreendimento. O ramp up é a fase onde a indústria começa a realizar as operações de produção oficialmente e, nesse momento, a planta de mineração de zinco atua a todo vapor para garantir um bom aproveitamento estrutural. 

Artigos recomendados

O Projeto Aripuanã é um dos mais sustentáveis em todo o ramo da mineração brasileira e a Nexa Resources anunciou que segue com esse propósito na fase de ramp up. Isso, pois, a planta possui quase 100% de recirculação de água e o uso de empilhamento seco e enchimento de pasta cimentada para o material de resíduo, garantindo mais compromisso ambiental na produção.

Além de anunciar o início da produção, a mineradora destacou que toda a desmobilização da equipe de construção está em andamento e seguindo os critérios de segurança.

Ignácio Rosado, CEO da Nexa Resources, comentou sobre a importância do projeto de mineração Aripuanã e destacou: “Aripuanã é o projeto de maior investimento da Nexa no Brasil, o que contribui para o desenvolvimento social e econômico da região. É também um dos poucos projetos de zinco no mundo e estamos confiantes que será uma mina de baixo custo e longa vida operacional. Esta é a terceira mina principal em nosso portfólio de ativos, fortalecendo nossa posição única para atender à crescente demanda por zinco”.

Produção completa no projeto Aripuanã está prevista para 2023 e a Nexa Resources foca seus esforços na expansão da produção durante o ramp up 

A mineradora Nexa Resources destacou que o principal foco da empresa atualmente para o projeto de mineração no estado de Mato Grosso é expandir a capacidade de produção e aproveitar o momento de ramp up para isso.

A empresa possui atualmente mais de 650 mil toneladas de minério disponível em estoques e a taxa de utilização da capacidade de moagem esperada em média é de 30–40% no terceiro trimestre de 2022, que será expandida para 70 a 80% até dezembro de 2022.

Dessa forma, a Nexa Resources espera atingir a sua produção completa durante o início do segundo trimestre do ano de 2023. Ademais, a mina de exploração do zinco já está totalmente operacional e a empresa agora busca a perfuração em novas áreas em busca de novas reservas do minério, além de ter alcançado a produção mensal esperada de 1.000 metros, o que equivale a 100% do esperado pela mineradora. 

Por fim, as projeções de produção para o ano de 2022 se mantém na empresa e os resultados deverão girar em torno de 14 e 23 mil toneladas de zinco, podendo sofrer alguma alteração em razão do processo de ramp up no projeto de mineração Aripuanã.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes