Ministro da Infraestrutura afirma que governo planeja R$ 250 bilhões em investimentos no setor de transportes, até 2022

Roberta Souza
por
-
06-07-2021 15:53:41
em Economia, Negócios e Política
Infraestrutura – Governo Obras de Infraestrutura/ Fonte: AWA Comercial

Além de citar os investimentos, o ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas destaca que somente no primeiro semestre, o governo entregou 51 obras

No último dia 30 de junho, em entrevista concedida à “A Voz do Brasil”, o ministro da infraestrutura Tarcísio de Freitas ressaltou que o Governo Federal quer chegar a cerca de R$ 250 bilhões em investimentos por meio de concessões na área de transporte até o fim de 2022. Veja ainda: 100 bilhões de reais em investimentos são previstos neste ano com leilões de infraestrutura de aeroportos, portos, rodovias e ferrovias

Ministro da infraestrutura destaca obras entregues no primeiro semestre

Somente no primeiro semestre deste ano, 51 obras de infraestrutura de transportes foram entregues em todo o país pelo Governo Federal. São obras que melhoram a logística e trazem mais eficiência e segurança para os transportes rodoviário, ferroviário, aéreo e aquaviário. O investimento federal no período foi de mais de R$ 3 bilhões em novos empreendimentos e na retomada de obras paradas. O balanço foi divulgado na sexta-feira (2), pelo Ministério da Infraestrutura.

No período, foi possível entregar restauração e finalização de rodovias, construir instalações portuárias e investir em melhoramentos aeroportuários. Nos primeiros seis meses, foram R$ 18,89 bilhões de investimentos contratados. Tarcísio diz ainda que um dos objetivos do ministério é fazer a integração do território, levar a logística para as pessoas que precisam, interiorizar essa logística, dar eficiência àqueles centros produtivos, induzir desenvolvimento naquelas regiões menos desenvolvidas.

Rodovias, ferrovias, aeroportos e portos

De janeiro a junho, foram entregues 927 quilômetros de rodovias pavimentadas, duplicadas e reconstruídas. Em 2021, houve crescimento de 13,7% no transporte de cargas em ferrovias e a ideia, é chegar em 2035 com uma participação de quase 40% do modal transporte ferroviário no transporte.

Nos aeroportos, foram investidos R$ 130 milhões em melhorias nos aeroportos de Foz do Iguaçu (PR) e Navegantes (SC). Em portos e hidrovias, R$ 35 milhões foram empregados e iniciativas, como a retomada da operação da eclusa do Sobradinho, no Rio São Francisco.

Veja detalhes da entrevista do ministro da infraestrutura:

Em abril deste ano, a chamada Infraweek rendeu novas concessões. Quanto o Brasil já garantiu em investimentos este ano?

“A gente tem caminhado muito na direção de atrair o investimento privado, é fundamental num cenário de restrição fiscal para a gente atingir o nosso objetivo, que é diminuir o gap de infraestrutura. Os leilões de abril foram um sucesso. Nós leiloamos 22 aeroportos, uma ferrovia, cinco terminais portuários. Fechamos o mês com uma rodovia e, só no mês de abril, a gente contratou R$ 30 bilhões em novos investimentos. No total, desde o início do Governo do Presidente Bolsonaro, de 2019 para cá, foram 70 ativos leiloados. São mais de R$ 80 bilhões em investimentos contratados. Isso vai gerar, no final das contas, uma quantidade muito grande de empregos diretos, indiretos e empregos pelo efeito renda.”

O modelo brasileiro de concessões se mostrou atrativo para os investidores?

“Sem dúvida. Os investidores elogiaram muito a forma como nós dividimos o risco. As nossas modelagens hoje, os modelos brasileiros estão entre os mais sofisticados do mundo e é por isso que a gente conseguiu atrair investidores na infraestrutura e a gente superou as expectativas em cada leilão realizado.”

Fonte: Governo do Brasil

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos