Mineradora Vale dá início ao comissionamento de carregador de navio 6, no Terminal Marítimo Ponta da Madeira, no Maranhão

Roberta Souza
por
-
04-07-2021 11:15:30
em Economia, Negócios e Política
Vale – mineradora – Maranhão Logo da mineradora Vale/ Fonte: Notícias Concursos

A Vale está comissionando as atividades no carregador de navios 6, no Terminal Marítimo Ponta da Madeira, em São Luís, no estado do Maranhão

Na última sexta-feira (02/07), a mineradora Vale informou em nota ao mercado,que que está comissionando as atividades no carregador de navios 6, no Terminal Marítimo Ponta da Madeira em São Luís, no estado do Maranhão, após cinco meses de parada para manutenção. A mineradora disse ainda que a manutenção do CN6, que resultou na substituição de mais de 60% de seus componentes, não impactou o cronograma mensal de embarque de minério de ferro do terminal. Veja ainda: Mineradora Vale terá de pagar R$ 1 milhão por cada vítima que perdeu a vida em desastre de Brumadinho, em Minas Gerais

Retorno das atividades do carregador de navio 6 da mineradora, no estado do Maranhão

A mineradora Vale ainda ressaltou em nota, que no dia 14 de janeiro de 2021, ocorreu um incêndio no CN6 localizado no berço Sul do Píer IV, incidente que foi seguido das atividades de manutenção. Durante o período de manutenção do carregador de navios 6, o Píer IV manteve suas atividades de embarque pelo seu segundo carregador de navios, que não foi afetado pelo incêndio.

O terminal de São Luís, no estado do Maranhão, onde está o carregador de navios da mineradora Vale, escoa minério do principal sistema de produção da Vale, situado na Serra de Carajás, no Pará. Em junho, o Brasil exportou o maior volume de minério de ferro em nove meses, com empresas como a Vale tirando proveito da disparada dos preços, conforme dados do governo.

Veja ainda: Mineradora Vale anuncia que irá investir US$ 6 bilhões para reduzir as emissões de carbono, até 2030

A mineradora Vale anunciou, por meio de um comunicado ao mercado, a intenção de realizar investimentos de US$ 4 bilhões a US$ 6 bilhões para reduzir emissões de carbono até 2030, ante estimativa anterior que previa investimentos de apenas US$ 2 bilhões.

A Vale tem desenvolvido diversas iniciativas voltadas ao ESG (sigla em inglês para meio ambiente, sustentabilidade e governança), como busca por eficiência energética, eletrificação de mina e ferrovia e a busca por redução do uso do combustível fóssil. No documento apresentado a analistas de mercado, a mineradora manteve as metas de redução de emissões de carbono anteriormente previstas.

Em nota, a Vale diz que o aumento dos investimentos se deve a maior maturidade adquirida no portfólio de iniciativas de redução das emissões de carbono diretas da empresa, a serem implementados até 2030. Os novos aportes, ressaltou a mineradora, serão executados ao longo dos próximos nove anos e já estão considerados no orçamento da empresa.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos