Minas Gerais receberá investimentos de R$ 32,7 bilhões nos próximos anos nos setores de mineração, indústria, bebidas e outros. Milhares de empregos serão gerados

Roberta Souza
por
-
21-06-2021 17:51:36
em Economia, Negócios e Política
Minas Gerais – empregos – mineração Fábrica da Cervejaria Petrópolis/ Fonte: Exame

A Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais divulgou investimentos das empresas de mineração, bebidas e usinas

No estado de Minas Gerais, os acordos de intenção de investimentos previstos somam cerca de R$ 32,7 bilhões para os próximos anos, segundo relatório da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi). Os projetos abrangem novos empreendimentos e a geração de empregos em 40 setores, entre os quais usinas de energia solar fotovoltaica, bebidas, alimentos, biotecnologia, mineração, medicamentos e comércio. Também são previstos centros de distribuição da Amazon e do Mercado Livre, empresas gigantescas do e-commerce. Veja ainda: Sigma, produtora de lítio em Minas Gerais, quer dobrar sua produção para suportar demanda dos carros elétricos e gerar empregos

Investimentos em Minas Gerais

O Grupo Petrópolis, fundado no município de mesmo nome da região serrana do Rio de Janeiro, tem investimentos previstos de R$ 890 milhões em sua fábrica de Uberaba, no triângulo mineiro. A fábrica foi construída na BR-050, em uma área que equivale a quase 15 campos de futebol. Cerca de 315 vagas de emprego abertas foram abertas para as áreas industrial, manutenção, laboratorial e administrativa.

Os investimentos contemplam praticamente todas as regiões do estado, com a boa notícia de recursos que serão aplicados em áreas de menor dinamismo do Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha, um dos locais mais pobres de Minas.

Nova fábrica de carros elétricos será construída no estado

A cidade de Nova Lima, localizada na região metropolitana de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, irá receber a fábrica da Bravo Motor Company, que pretende produzir carros elétricos no município. O investimento para a implantação do empreendimento é de mais de R$ 25 bilhões e a promessa é que 10 mil empregos diretos sejam gerados.

A oficialização da construção de uma fábrica de carros elétricos para o transporte público, pela Bravo Motors Company, representa um marco histórico na transformação econômica, não apenas da cidade e do estado de Minas Gerais, mas também do país. A nova unidade, além de gerar novos empregos, irá fabricar carros elétricos, células e packs de baterias, sistemas de armazenamento, dentre outros equipamentos utilizados no transporte compartilhado. O empreendimento será o primeiro do tipo na América Latina.

No setor da mineração, companhia de lítio apresenta grande projeto em Minas Gerais

A mineradora Sigma Lithium irá realizar investimentos de R$ 859,4 milhões para produzir lítio de alta pureza na divisa entre Araçuaí e Itinga, no Vale do Jequitinhonha, norte de Minas Gerais. A companhia deu início neste mês às obras de terraplenagem da planta de produção e beneficiamento na Grota do Cirilo, em Itinga. Esta será a primeira planta do gênero no país e a expectativa é concluir as obras em 2022, quando iniciará a produção de 220 mil toneladas por ano de concentrado de lítio.

Durante a obra da mineradora no estado de Minas Gerais, cerca de 400 empregos poderão ser gerados, chegando a 6 mil postos de trabalho indiretos, segundo a empresa. A Sigma ainda diz que a operação será 100% digitalizada e automatizada eletronicamente, controlada por um algoritmo. Foram adotadas tecnologias sustentáveis, como recirculação de 100% da água, empilhamento a seco de 100% dos rejeitos (sem uso de barragens) e utilização de 100% de energia renovável.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe