Home > Sem categoria

Joice Hasselmann exige privatização da Petrobras perante greve eminente dos caminhoneiros

Paulo Nogueira
por
-
20-04-2019 19:07:43
em Sem categoria
Petrobras Joice Hasselmann Privatização

A Deputada Federal Joice Hasselmann acaba de anunciar nas redes sociais que chegou o momento da Petrobras entrar no pacote de privatizações e classifica à greve dos caminhoneiros como “injustificável”

À poucos minutos (17:40 – 20/04/2019) a Deputada Federal Joice Hasselmann preocupada com a segunda onda de impacto econômico e abastecimento desencadeado por uma latente greve dos caminhoneiros que segunda à grande mídia, pode acontecer no dia 30 de abril, acabou fazendo uma postagem de apoio à privatização da Petrobras, exigindo que ela aconteça imediatamente.

As alegações são às tradicionais: Livre concorrência e fim do monopólio do refino que segundo Joice e outros liberais, resolveria o problema dos preços dos combustíveis, sobre tudo o diesel.

“Uma GREVE dos CAMINHONEIROS seria INJUSTIFICÁVEL.  É hora de Mais BRASIL, MENOS BRASÍLIA. Vamos DIMINUIR o tamanho do ESTADO: PRIVATIZAÇÃO, FIM DO MONOPÓLIO!! A livre concorrência de várias marcas sempre irá beneficiar o consumidor final. É hora de nos unirmos em busca de SOLUÇÃO DEFINITIVA que beneficiará TODOS OS BRASILEIROS”, disse Joice Hasselman hoje.

Ela ainda endossa que à ameaça de uma greve dos caminhoneiros não ajudaria ninguém neste momento, tão pouco o governo, apesar do mesmo ter lançado um pacote de benefícios e infraestrutura que os ajudariam nas estradas. ” É hora de privatizar a Petrobras”, termina a sua postagem.

 

Petrobras começa em junho a vender metade de suas refinarias

Conforme declarações do novo governo, a Petrobras irá focar em sua atividade principal (E&P) e venderá ativos, que não se encaixarem nesta premissa, e para tal decidiu vender treze refinarias localizadas nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Entendam mais acessando a matéria especial desta semana aqui.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.