Início JBS iniciou hoje (08) a construção da sua nova fábrica de biodiesel em SC; 400 vagas de emprego serão geradas

JBS iniciou hoje (08) a construção da sua nova fábrica de biodiesel em SC; 400 vagas de emprego serão geradas

8 de junho de 2020 às 13:03
Compartilhe
Siga-nos no Google News
JBS iniciou hoje (08) a construção da sua nova fábrica de biodiesel em SC; 400 vagas de emprego serão geradas
JBS iniciou hoje (08) a construção da sua nova fábrica de biodiesel em SC; 400 vagas de emprego serão geradas

A nova fábrica em SC iniciará as operações em junho de 2021. Serão investidos na construção do novo empreendimento cerca de R$ 180 milhões

Emprego a vista! A maior processadora de carne no mundo, a brasileira JBS, dos irmãos Batista, informou que vai iniciar nesta segunda-feira (08), a construção de uma fábrica de biodiesel em Mafra (SC), operada pela JBS Biodiesel – divisão da JBS Novos Negócios. Multinacional chinesa convoca eletricistas, mecânicos, técnicos engenheiros e mais profissionais neste dia, 06 de junho

Leia também

A fábrica da JBS Biodiesel em Mafra, SC terá uma área de 76 mil metros quadrados e, quando finalizada, deve gerar 100 vagas de emprego diretas e cerca de 300 indiretas.

A expectativa é que a fábrica inicie as operações em junho de 2021. Serão investidos na construção do novo empreendimento cerca de 180 milhões de reais, por meio da Seara Alimentos.

De acordo com Alexandre Pereira, diretor da JBS Biodiesel, o novo projeto mais do que dobrará a capacidade atual de biocombustível da companhia.

A nova fábrica poderá produzir 1 milhão de litros diários. “A planta iniciará a operação ajudando a suprir a demanda da entrada do B13, e pronta para atender ao crescimento do marco regulatório que deve chegar a 15% em 2023”, acrescenta o executivo, referindo-se ao aumento da mistura do biodiesel ao diesel, dos atuais 12% para 13%, prevista para entrar em vigor em março de 2021.

Em meio a pandemia e crise global, a JBS abre 3 mil vagas de emprego no Brasil

JBS afirmou manter os investimentos na ordem de 8 bilhões de reais que havia anunciado para os próximos cinco anos e gerou 3 mil vagas de emprego em meio a crise global causada pelo novo coronavírus. 

“Não só assumimos o compromisso de não demitir, mas também já contratamos mais 3 mil pessoas (nos últimos meses)”, disse o presidente global da companhia, Gilberto Tomazoni, durante a série de entrevistas ao vivo Economia na Quarentena, do Estadão.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) solicitou, na quarta-feira (03/06), o fechamento da unidade de Caxias do Sul, devido ao alto índice de contaminação de funcionários por covid-19

De acordo com Tomazoni, a JBS buscou desde o início da pandemia, especialistas de saúde para cuidar da saúde dos seus funcionários.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes