Governo leiloa cinco terminais portuários para a inciativa privada por R$ 216 milhões; expectativa é de investimento de R$ 600 nos próximos anos e geração de empregos

Porto de Itaqui / Instagram

Terminais foram leiloados e garantirão investimentos milionários ao longo dos próximos anos. Empregos deverão ser gerados

A semana da Infra Week, onde houve uma série de leilões no setor de logística e transportes, o ministério da Infraestrutura, através da Agencia Nacional de Transportes Aquavarios (Antaq), concluiu o leilão de cinco terminais portuários no Brasil. Um dos leilões foi no porto de Pelotas  (PEL01), no Rio Grande do Sul e o restante foram no Maranhão, no porto de Itaqui ((IQI03, IQI11, IQI12 e IQI13). Com isso, os próximos anos terão muito investimento nessa área, gerando empregos e renda.

Com isso, as empresas que foram vencedoras dos leilões dos terminais portuários se comprometeram a investir ao menos R$ 612 milhões nos próximos anos. ”Os quase R$ 220 milhões que foram arrematados em outorga hoje são importantes, geram emprego, renda, possibilidade de um setor portuário mais eficiente, mais produtivo e mais forte, melhorando a nossa infraestrutura de transporte”, afirmou Eduardo Ney, diretor geral da Antaq.

Quais foram as empresas vencedoras?

Os terminais portuários IQI03, IQI11 e IQI12, no Porto de Itaqui, foram leiloadas com sucesso pela Santos Brasil Participações. Enquanto isso, a Terminal Quimoco de Aratu (Tequimar) foi a vencedora da área IQI13. No Rio Grande do Sul, no Porto de Pelotas, a área PELO1 passará a ser administrada pela Celulose Riograndense. Somados, o Ministério da Infraestrutura acredita que os investimentos irão gerar muitos empregos. A ANTAQ arrecadou por essas áreas portuárias R$ 216,3 milhões.

Com esses resultados, confirmamos a confiança dos investidores no Itaqui e damos mais um passo para nos consolidar como um dos principais portos públicos do pais, fundamental para o abastecimento da região centro norte e para a economia brasileira”, afirmou o Porto de Itaqui.

As áreas leiloadas do Porto de Itaque possuem juntos oito tanques de armazenamento de derivados de petróleo. Essa é a principal carga do Porto de Itaque, com uma movimentação de 5,9 toneladas, mas com uma previsão de chegar a 17,6 milhões em 2060. Já o terminal portuário de Pelotas, vencido pela Celulose Riograndense teve apenas uma oferta: R$ 10 mil. O porto é estratégico na movimentação de toras, sendo um ponto importante na logística da região.

Investimento milionário nos terminais portuários nos próximos anos; muitos empregos serão gerados

Cinco terminais extremamente importantes. R$ 600 milhões de investimentos. (…) foi um excelente resultado para a logística brasileira. Nossos portos estão cada vez mais eficientes e o gargalo portuário está ficando para trás’‘, garantiu Tarcisio Freitas, ministro da infraestrutura.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe