Governo do Estado do Ceará planeja distribuir 250 mil botijões de gás gratuitamente

Governo do estado - Ceará - Botijões de gás Distribuidora de gás Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governador do estado do Ceará afiram que a distribuição de mais de 200 mil botijões de gás contemplará famílias de baixa renda

O Governo do Estado do Ceará anunciou, através de transmissão ao vivo em suas redes sociais, mais uma medida social para ajudar as famílias cearenses durante a pandemia, principalmente no gás de cozinha, o Governo do Ceará vai comprar 250 mil botijões de gás para entregar às famílias mais vulneráveis do Estado, repetindo a ação de 2020.

Leia também

“O Governo do Estado vai enviar para cada município o cupom de vale-gás, para que cada cidade entregue às famílias cadastradas nos programas sociais o seu benefício e que as mesma recebam botijões de gás. Essa ação só foi possível com a repetição da parceria da empresa cearense Nacional Gás Butano, que vai fornecer o produto a preço de custo ao Estado, com a distribuição agendada para entre os dias 7 e 9 de abril aos municípios, e os mesmos disponibilizam às famílias cearenses”, explicou Camilo.

Parceria do Governo do Estado com a Nacional Gás para distribuição de botijões de gás

A medida de distribuição dos botijões de gás é uma parceria com a Nacional Gás, que vai vender os botijões a preço de custo para o estado. O presidente executivo do Grupo Edson Queiroz, Carlos Rotella, comentou a respeito da iniciativa.

“O Grupo Edson Queiroz, por meio da Nacional Gás, mais uma vez contribui para o enfrentamento da pandemia no Ceará com a distribuição de botijões de gás. Viabilizamos a aquisição, por parte do Governo do Estado, de 250 mil recargas de gás, que serão repassadas às famílias em dificuldades neste momento. Nos unimos ao esforço conjunto de ajudar a milhares de cearenses com o nosso gás de cozinha, produto essencial para as necessidades básicas neste período de isolamento rígido”, disse.

Auxílio ao povo cearense

Após anunciar mais uma política social do Governo do Ceará, Camilo Santana listou uma série de medidas implementadas nesta pandemia que auxiliam os setores de Bares, Restaurantes e Alimentação Fora do Lar, incluindo uma sancionada na própria live, que contempla o pagamento de um auxílio emergencial de R$ 1 mil aos trabalhadores desses setores que estão desempregados.

“O cadastramento para receber esse auxílio está sendo feito através da secretaria de Turismo, por isso já estou regulamentando a Lei, para que a Setur já possa liberar esses recursos”, disse.

Dentre as ações de apoio às famílias cearenses mais vulneráveis, o governador enumerou que cerca de 493 mil famílias cearenses terão as contas de água zeradas, através da Cagece (famílias de baixa renda que consomem até 10 m³ por mês) e Sistema Sisar (Área Rural);

A ampliação de 70 mil para 150 mil famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância Ceará, recebendo um auxílio de R$ 100 mensalmente;

Distribuição de 347 mil chips de dados de internet com um pacote de 20GB mensais e 120 mil tablets para alunos da rede pública estadual de ensino, além da distribuição de kits de alimentação; Auxílio Catador, que virou política pública permanente e que concede benefício mensal de ¼ de salário-mínimo aos catadores que atuam na coleta de resíduos sólidos.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.