Governo anuncia retomada da construção da usina nuclear Angra 3 e os investimentos podem chegar a R$ 15 bilhões

Roberta Souza
por
-
18-05-2021 09:41:48
em Usina e Agronegócio
Angra 3 – governo - usina nuclear - construção Obras da usina nuclear Angra 3/ Fonte: Estadão

A construção da usina nuclear Angra 3 deverá retornar em junho, em duas fases. O MME disse que o empreendimento pode receber aporte de até 15 bilhões de reais

O Governo anunciou que irá retomar, na próxima semana, o processo de construção da usina nuclear Angra 3, localizada na praia de Itaorna, em Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro. De acordo com o anúncio, ele ainda irá realizar a abertura das propostas das empresas interessadas em participar da obra do empreendimento, em que os investimentos podem chegar a R$ 15 bilhões. Cerca de 18 grupos compraram o edital e visitaram o local onde serão construídos os dois prédios da unidade – um para abrigar o reator (cúpula) e um segundo de uso auxiliar. Veja ainda: Obras na indústria naval de Angra dos Reis confirmadas – FPSO da Teekay Offshore está a caminho do estaleiro Brasfels para obras de adaptação, operando em seguida sob contrato da Karoon Energy

Retomada da construção da usina nuclear Angra 3

A usina nuclear Angra 3 é o maior empreendimento de infraestrutura previsto no Brasil em 2021, com custo estimado das instalações em cerca de R$ 15 bilhões. O projeto inicial da usina nuclear prevê a construção de dois prédios, um para abrigar o reator e o outro para uso auxiliar. De acordo com informações do Governo, a primeira etapa no processo de construção de Angra 3 consiste na abertura das propostas das empresas interessadas em participar da construção do empreendimento.

A expectativa é de que a retomada de construção da usina nuclear inicie em junho deste ano e seja finalizada no ano de 2026. Ainda tem-se a previsão de acrescentar, ao sistema elétrico nacional, cerca de 1.405 megawattts (MW) de energia de capacidade instalada. 

A obra de Angra 3 tem acumulado 30 anos de paralisações e arrasta uma dívida de R$ 9 bilhões em financiamentos com bancos públicos. Uma 1ª tentativa de retomada das obras foi feita em 2010, mas, em 2015, o empreendimento voltou a ser paralisado por causa dos desdobramentos da Lava Jato, no qual a operação identificou desvios de verbas na usina nuclear Angra 3.

Governo diz que obras de Angra 3 irá contribuir ao sistema de energia

Ney Zanella dos Santos, chefe de assessoria de gestão estratégica do MME, diz que as reservas de urânio conhecidas no Brasil, já garantem o abastecimento das Usinas Nucleares Angra 3 e as outras no local, por mais de 300 anos.

Já Bento Albuquerque diz que o Brasil não tem quantidades de usinas nucleares desejáveis, presentes no planejamento do país há 40 anos. O ministro do MME ainda diz que se o Brasil tivesse as 6 usinas que estavam previstas, hoje ele não estaria passando por este momento, ressaltando que a usina nuclear também é um tipo de energia limpa. Bento se referiu aos baixos níveis nos reservatórios de água do país, que abastecem as usinas hidrelétricas. Essa fonte de energia corresponde a 65% da matriz energética do país, de acordo com o ministro.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe