GFT abre 100 vagas de emprego na Espanha para brasileiros

Ser fluente em espanhol não é requisito para as oportunidades.Interessados devem enviar currículos até o dia 30 de julho.

Quer trabalhar fora? A Espanha tem 100 vagas para brasileiros e não precisa ser fluente. A Multinacional GFT Brasil procura profissionais com experiência na área de TI para trabalhar em Barcelona e Madri. Para ajudar nas despesas de viagem, os candidatos selecionados receberão um crédito de 3000 euros e terão o visto pago pela empresa.

De acordo com Marco Santos, presidente da GFT para o Brasil e América Latina, a grande demanda por profissionais de TI para projetos de transformação digital de instituições financeiras fez com que a empresa optasse pela contratação não só de colaboradores espanhóis, mas também de brasileiros, pois eles possuem muito conhecimento e tem rápida adaptação aos projetos. Já é a terceira vez que a multinacional faz o recrutamento no Brasil para oportunidades na Europa.

Requisitos

  • Ter formação nas áreas de tecnologia da informação, computação e afins.
  • Necessário que os candidatos tenham de 5 a 10 anos de experiência em desenvolvimento front e back-end e em arquitetura de sistemas, como linguagem de programação Java, por exemplo.

As vagas são para atuar nas unidades da empresa em Madri e Barcelona. Não é necessário ser fluente em espanhol para se candidatar às vagas. Entretanto, a empresa não irá ofertar cursos do idioma. Sendo assim, o próprio profissional terá que aprender por conta própria e arcar com as despesas.

Inscrição

Será realizada uma pré-seleção dos candidatos no Brasil. Em seguida, os selecionados serão encaminhados para a equipe espanhola de RH.

Os profissionais contratados receberão um auxílio no valor de 3 mil euros para cobrir as despesas da mudança de país. Além disso, a empresa irá pagar os custos do visto.

Os interessados podem se inscrever no processo seletivo enviando o currículo para o e-mail [email protected], até o dia 30 de julho.

Petrobras informou em 28 de junho, que inaugurou no dia 26, uma tancagem de óleo cru no Porto de Qingdao, na província chinesa Shandong, como parte do movimento para desenvolver novos mercados e adicionar valor à exportação do petróleo do pré-sal, que deve duplicar a produção da empresa nos próximos anos.

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. Se você têm uma sugestão de pauta, gostaria de postar vagas de empregos ou anunciar conosco, mandem um e-mail para [email protected] OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.