Gasolina de plástico: Pesquisadores desenvolvem novo combustível feito a partir do plástico, que no futuro pode substituir a gasolina

Valdemar Medeiros
por
-
23-11-2021 13:42:15
em Petróleo, Óleo e Gás
gasolina - plástico - gasolina de plástico - combustível - pesquisadores Empresa já trata mais de 10 tipos e plásticos – crédito: Ciclo vivo




O plástico é um dos maiores problemas para o meio ambiente, demorando 450 anos para se decompor; sendo assim, pesquisadores desenvolveram um novo combustível: A gasolina de plástico, que pode ser criada com sacos plásticos e outros materiais recicláveis

Pesquisadores da Índia apresentaram um método que transforma pedaços de sacolas ou tampinhas de garrafa pet em um novo combustível, que futuramente pode substituir a gasolina. O objetivo é desenvolver usinas geradoras da nova fonte de energia para veículos. Os polímeros sintéticos mais comuns, conhecidos como plásticos, são obtidos pelo processamento do gás natural ou da nafta petroquímica.

Leia também

Saiba como é feita a gasolina de plástico

Empresa transforma sete tipo de plásticos em combustíveis – crédito: Reprodução/Youtube

A reciclagem dos polímeros termoplásticos geralmente envolve o aquecimento e a remoldagem deles. Sendo assim, alguns sacos plásticos podem originar um pequeno tapete ou pote. Entretanto existem outras oportunidades, como a de desenvolver gasolina de plástico. Como os polímeros termoplásticos são macromoléculas de carbono, ao quebrar essas cadeias em condições de pressão e calor específicas, que para este caso é de 500° C, são geradas moléculas parecidas com as que são feitas nas refinarias de petróleo para a produção de combustível.

De acordo com o pesquisador da Centurion University of Technology and Management Odisha, na Índia, Achyut Kumar Panda, a técnica para fazer a gasolina de plástico precisa de um reator, que é a unidade de pirólise, e também de um condensador para a fração do plástico.

O processo utiliza polietileno de baixa densidade, que é utilizado também em componentes de notebooks, computadores, embalagens e outros objetos. Segundo o pesquisador, grande parte dos termoplásticos podem ser reciclados com o método.

Um quilo de plástico produz 700 g do novo combustível

De acordo com o pesquisador, para cada quilo de plástico utilizado no processo, é capaz de produzir 700 g do novo combustível líquido. O cozimento do material também gerou gases e uma certa quantidade de resíduos sólidos.

Os autores da pesquisas pretendem evoluir o trabalho para desenvolver uma forma eficiente de reciclagem química do plástico e o objetivo é usar o método para a produção de gasolina de plástico em grandes usinas, onde o novo combustível poderia ser gerado com uma quantidade maior de plástico por um preço mais em conta.

Os últimos resultados publicados foram bem melhores do que quando começaram a estudar a técnica, há cerca de seis anos. De lá para cá, os pesquisadores testaram vários catalisadores e condições, até chegarem a uma eficiência de 70%.

Novo combustível feito a partir do plástico já é produzido no Brasil

De acordo com Mauricio Mascolo, Engenheiro Químico e responsável por algumas unidades que utilizam o método, tanto por aqui, quanto no exterior, as usinas atuais são pequenas, capazes de produzir apenas 1,0 mil m³ mensais. Já no Paraguai, existe uma unidade que é capaz de produzir 5 mil m³ por mês.

Segundo o engenheiro é utilizado plástico de lixo pós consumo, mas somente os plásticos polietileno, polipropileno e poliestireno, que contam com propriedades físico químicas ideais para a produção do novo combustível, tendo em vista que possuem somente hidrogênio e carbono em sua cadeia, sem os tradicionais contaminantes do petróleo, como nitrogênio e enxofre.

Mauricio afirma que não é um método para impactar ou resolver uma cadeia energética, mas serve como uma forma limpa e sustentável para reciclar o lixo, principalmente, do plástico, que é muito mal falado nos últimos tempos. Há outras maneiras de aproveitamento em pirólise, como Fischer Tropsch, para gerar hidrogênio e gás de síntese e também a gaseificação para geração de energia elétrica.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.