FPSO do projeto de águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas será contratado ainda neste ano pela Petrobras

Flavia Marinho
por
-
26-02-2021 08:20:52
em Petróleo, Óleo e Gás
fpso - petrobras - sergipe - alagoas - águas profundas FPSO Petrobras

A gigante do petróleo brasileiro Petrobras, pretende contratar o FPSO do projeto de águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas em regime BOT

O diretor de desenvolvimento da produção da Petrobras, Rudimar Lorenzatto, informou ontem (25/02), em uma reunião feita por teleconferência com analistas e investidores que a petroleira brasileira quer contratar o FPSO do projeto de águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas (SEAP). Procurando emprego? 600 vagas de emprego em Macaé para trabalhar embarcado, demanda candidatos de ensino fundamental e médio nas áreas de manutenção, hoje 25 de fevereiro

Leia também

Na reunião, Lorenzatto revelou que o projeto conceitual de SEAP já foi aprovado e a contratação do FPSO da área deve ser iniciada ainda em 2021 pela Petrobras.

Segundo o executivo, a estatal pretende contratar o FPSO do projeto de águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas em regime BOT, ou seja, a ganhadora da concorrência irá construir, operar por um determinado de tempo e depois transferir a operação da plataforma para a companhia.

O primeiro Teste de Longa Duração realizado em águas ultraprofundas na Bacia de Sergipe-Alagoas, na região Nordeste

A Petrobras realizou em fevereiro do ano passado o Teste de Longa Duração (TLD) de Farfan, localizado a aproximadamente 70 quilômetros da costa de Sergipe. O TLD tem por finalidade avaliar o comportamento do reservatório em produção e as características do seu petróleo. As informações técnicas coletadas durante a fase de testes deram suporte para definir os passos do projeto Sergipe Águas Profundas – Módulo 1 (SEAP 1), do qual Farfan faz parte.

O TLD de Farfan é o primeiro que será realizado em águas ultraprofundas no Nordeste, cujo poço está localizado em lâmina d’água de aproximadamente 2.500m, sendo o mais profundo que a Petrobras já colocou para produzir no Brasil. Os testes na Bacia de Sergipe-Alagoas foram importantes para comprovar a qualidade do reservatório e definir os futuros projetos de desenvolvimento da produção.

Durante o Plano de Avaliação da Descoberta (PAD), foram realizadas atividades de perfuração e sísmica que confirmaram a presença de óleo de excelente qualidade na região da Bacia de Sergipe-Alagoas.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.